COMENTÁRIOS










Política e ética

Política é a arte da boa convivência. Onde houver necessidade de convivência, haverá a necessidade de se fazer política.  Assim, para boa convivência criam-se regras e os homens a ela se adaptam.  Aprender a convivência requer estabelecer um grau ético acima de outras atividades.  Jamais existirá Política sem ética, como poderemos conviver em sociedade sem confiar naqueles que vivem com você?  Em teoria, o Político deveria, em tese, ser o cidadão mais confiável, pois defende os interesse de todos da cidade.  O desafio futuro será o de votarmos em quem realmente confiarmos e só assim poderemos viver em paz.

Boatos Políticos -1

Os reajustes políticos são necessários, até como regra de adaptação.  Em Fraiburgo é possível ver alguns movimentos dos políticos mais apressados.  “Dizem” que o articulador, que ocupa a chefia de gabinete do município, Artur Weber poderia migrar para o ninho dos tucanos.  Falam que ele espera só a definição da próxima diretoria para ingressar nesta sigla.  Tuí, como é conhecido esteve por anos no PP, e na última campanha reforçou o PPS, agora os faladores dizem que ele será a grande aquisição dos “bicudos”.  Se é verdade não sei, isso só o curto tempo dirá.

Boatos Políticos – 2

Seguindo a mesma linha de raciocínio, aqui na cidade da maçã, os políticos que almejam a grande cadeira da CASA CINZA (Prefeitura), como forma de projeção se lançam candidatos a deputado estadual.  Tenho escutado o povo falando vários nomes, mas, muitos deles são fora de contexto, ou não adquiriram capital político suficiente para tanto, porém o nome do vereador e presidente da câmara Cersão é bastante repetido. Seria mais um capítulo de boato, ou Cersão já prepara seu plano para concorrer a prefeito na próxima eleição?

Festival Estudantil da Canção

Fraiburgo está realizando o FEC, uma iniciativa da secretaria de Educação e Cultura que tem dado certo.  Já Participei de quatro etapas do Festival Estudantil da Canção, ainda faltam 15 etapas, depois uma grande final.  Participam os alunos de todas as escolas cantando canções de sua escolha e avaliados por júri técnico, classificam os dois primeiros e os dois segundos classificados, em duas faixas de idade.  Fantástico a participação da comunidade, dos pais e dos alunos. É um exemplo a ser seguido. Desenvolver a arte é desenvolver um povo.


Escola do Legislativo

A Escola do Legislativo quer promover a cidadania e estimular uma visão crítica, criativa e reflexiva, com uma atuação voltada para a produção e construção da sociedade, buscando contribuir para o fornecimento da democracia, para a consolidação de valores como participação, igualdade de direitos, deveres e oportunidades, solidariedade, inclusão, respeito às diferenças e justiça social.  Almeja contribuir para o surgimento de novas lideranças políticas, com visão ampla e abrangente da realidade do país em âmbito nacional e regional, ao oferecer uma formação inovadora sobre a concepção política, que aborda a origem, a organização e o desenvolvimento das instituições democráticas.  Sem dúvidas revendo valores.

Ideia para ser Copiada

Para marcar o início dos trabalhos da Escola do Legislativo de Videira, a Câmara Municipal realizou, na noite de quarta-feira, 2 de agosto, às 19h, nas dependências da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) - Campus Videira, a aula inaugural com as palestras do Professor Drº Clóvis de Barros Filho, e do Presidente da Associação Brasileira das Escolas do Legislativo do Senado, Florian Augusto Coutinho Madruga. A solenidade contou com um público aproximado de 400 pessoas e as duas palestras agradaram ao seleto público e espero que esta ideia seja copiada por outro municípios e através da educação a nossa “política” tome outros rumos mais produtivos.

Quem é Clóvis?

Clóvis de Barros Filho é jornalista e professor livre-docente na área de Ética da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e coordenador do programa de mestrado da Escola Superior de Propaganda e Marketing e se define como “Um explicador”.  Brinca constantemente com figuras de linguagem que comunicam de forma direta ao público, sem perder a seriedade própria dos filósofos e pensadores.  Assim como Floriam, acreditam que a reforma se dará pela força da educação, e apostam que a escola já é um indicação no desejo de mudança.

Frases de Clóvis

É que eu adoro o que eu digo. É impressionante como eu me encanto com o que o eu mesmo falo, é impressionante o quanto eu entendo quando, eu mesmo “explico”. Porque tem gente que condena, as pessoas consideram isso arrogância. Mas pare para pensar: Se você vai ter que conviver com você mesmo até o fim, se você vai ter que se aguentar até o fim, se você vai ser espectador de você mesmo até o fim, é melhor que se encante com o que faz.

Enfrute 2017

Foi sem dúvida um grande acontecimento técnico o XV Encontro Nacional de Fruticultura de Clima Temperado que aconteceu em Fraiburgo nos dias 25, 26 e 27 de Junho.  Precisamos discutir não só as técnicas de produzir bem as frutas, de melhorar a produção, modernizar as infraestruturas ou comprar novos equipamentos. Precisamos aprender a agregar valor na cadeia frutícola, aplicar mais valor de trabalho especializado em cada produto. Observe que as empresas que incorporaram esta prática, são as que mais cresceram, tanto numericamente quanto qualitativamente.  Abrem mais postos de trabalho e melhoram a saúde financeira do empreendimento e vão ter muita longevidade.

Hotel Renar

O Pitoresco Hotel Renar comemora 36 anos no final do mês de Julho.  A cidade, localizada no meio-o este catarinense, não era popular nem mesmo dentro do estado. O cenário começou a mudar quando as primeiras mudas de maçã começaram a chegar ao país, ainda na década de 70.  O plantio da fruta levou o nome da pequena cidade para a boca do povo. E passaram a ser frequentes as vistas de curiosos e entusiastas. Por conta disso, em 1979 começa a construção do Hotel Renar. No dia 31 de julho 1981, o empreendimento abre as portas para hóspedes pela primeira vez. A construção é fruto dos sonhos de René Frei, um dos fundadores de Fraiburgo. E, desde que começou a funcionar, entrelaçou sua história com o desenvolvimento do município.

A Grande Foto

O Fraiburguense Pedro Alexsandro Rodrigues Cavalheiro, 32 anos, Professor de arte da APAE de Videira, Tutor do curso de licenciatura em artes visuais na Unopar, Professor e coreógrafo do grupo de dança Fraiburgo Dance Company e fotografo por hobby, está concorrendo, pela primeira vez, no concurso Brasília Photo Show, considerado o maior festival de fotografia popular do Brasil.  O tema é livre e participantes de todo o território nacional estão concorrendo ao prêmio com lindas fotografias, a imagem escolhida por ele para concorrer foi um registro fotográfico feito em 07 de junho de 2012 no conhecido Lago das Araucárias em Fraiburgo numa manhã de inverno. Essa fotografia já é muito conhecida em nossa cidade, pois, é sem dúvida uma imagens mais marcantes registradas naquele lugar no inverno.  Há quem questione a autoria da foto, mas acreditamos que o professor produziu a imagem e estamos torcendo por ele.

Novo Consultório

Inaugurou neste sábado, 22, em Fraiburgo, as novas instalações do Consultório Odontológico do Doutor Franz Shimoya.  A Clínica apresenta grande diferencial no atendimento ao cliente, conta com serviços especializados e com uma excelente equipe treinada.  As instalações do consultório são amplas, modernas e conferem grande comodidade e promete o atendimento que você merece.  A nova clínica fica localizada na mesma rua da antiga clínica, na Rua Nereu Ramos, Edifício Conviê, 482 – primeiro andar sala 102.    Nesta nova instalação prevaleceu a ideia de que o cirurgião dentista não pode ignorar o estado emocional dos pacientes e aumentar o vínculo afetivo entre profissional e paciente é vital para o bom andamento do tratamento odontológico.



O Retorno

Depois da minha página eletrônica atingir mais de um milhão de acessos, começaram a aparecer boas parcerias. Uma delas me possibilitou reativar uma versão eletrônica do meu antigo Jornal Impresso o Frai-News (2004-2011) que nesta semana deverá entrar no ar pelo endereço www.frainews.com.br. A novidade possibilitará acesso em várias plataformas e contará com 16 colunistas das mais variadas áreas, será uma fonte informação para você formar a sua opinião.


Reforma Trabalhista:

Passou no Senado, com uma manobra clara de esvaziamento na segunda votação. Na primeira votação o texto não foi aprovado. Na segunda votação que foi minutos depois cinco votos que eram contra simplesmente se ausentaram. Tentaram até explicar que não sabiam que tinha segunda votação, mas e quem acredita? Se aprovada, vamos retroceder, a negociação vai ser na “força” entre empregados e patrões ao mesmo tempo que torna a contribuição sindical optativa (enfraquece as finanças dos sindicatos). Este projeto joga as poderosas forças que compram o trabalho (Capital) contra os frágeis e desorganizados trabalhadores, e tenho certeza que não aumentará os postos de trabalhos, apenas deixarão o capital mais forte.

Episódio Fúnebre

O assunto da semana em Fraiburgo, que causou muitos comentários, foram as “denúncias” feita no Ministério Público, o qual abriu investigação, relativas a concessão de serviços funerários na cidade. Esse tipo de disputa a gente sempre assistiu na TV em cidades maiores, em cidade pequena é uma novidade. As opiniões são bem divididas e há muito sentimento pessoal envolvido na questão e muitas lacunas a ser completada. Comparo esta questão com uma partida de futebol, apesar de se ter a “regra” as questões são interpretativas, assunto para a Justiça decidir, bem dito de se for recebida a denúncia, que ainda é apenas uma investigação, mas não deixa de ser um episódio fúnebre.

Cancelamento dos contratos

Dia 26 de Maio, por mensagem de Whatsapp, recebi a seguinte informação de que o Presidente da Câmara de Fraiburgo Gerson de Mahias (PMDB) decidiu: “Bom dia, comunico a todos os Senhores Vereadores e Servidores da câmara que as publicações feitas em jornais impressos, ou seja, O Catarinense, A Coluna e A Folha, encerram-se nesta semana. Cancelarei os contratos com todos conforme combinamos na última reunião feita no dia 19/06/2017. A Reflexão é: o que aconteceu que desagradou ao presidente? Até agora era interessante comunicar e da noite para o dia deixou de ser? Com a palavra o Presidente. 

Agradecimento

Esta é a coluna de número 250 escrita no Jornal O Catarinense nº 826.  Como sempre escrevo 4 tópicos (Notas) em cada edição, completei mil assuntos abordados no Jornal.  Quero apenas agradecer ao Editor Chefe Richard Guizzoni pela confiança depositada e aos leitores de todos os municípios onde o jornal circula.  Tem sido uma grande honra escrever por tanto tempo assim neste veículo de comunicação que é referência em assuntos políticos e que tem opinião bem firme e informações precisas.  Assim sendo agradeço imensamente a todos pela paciência e pela preferência.



Registro importante

Outra questão que quero registrar, foi a conquista do meu Blog de opinião que completou um milhão de acessos no dia 04 de Junho de 2017. Tenho 1607 matérias publicadas e estou próximo a marca de 30 vezes a população de Fraiburgo em acessos.  Levando em consideração, que moro em cidade pequena, escrevo sobre um assunto que não é unanimidade nacional (Politica) essa marca é bem significativa.  Fico muito agradecido a todos que leem minha coluna e a todos que dão sugestão de pauta e também aos que fazem críticas aos meus assuntos, pois, apesar da crítica, os críticos também são meus leitores e me ajudam  melhorar a minha escrita.

Fogo Amigo

Na semana passada, tive uma prova de fogo que testou o meu controle de inteligência emocional.  Alguém muito próximo, alguém em quem confiava e até gostava conversou com um concorrente com qual mantenho uma boa amizade e opinou sobre minhas qualidades de Jornalista dizendo: “O Malinoski é muito fraco, não tem qualidade, quero trabalhar para anular suas opiniões” disse isso para meu principal concorrente.  A sorte que este concorrente é sério e tem ética e não lhe deu atenção.  Como resposta tenho a dizer: Não sei se tenho qualidade, nem se minhas opiniões importam, só sei que sou muito lido e mantenho a média (Blog) de 2 mil acessos dias, coisa que meu “amigo” está longe de alcançar, precisa sempre alguém do seu lado que tenha esta exposição.

Reclamar é fácil

Tem gente que é profissional da reclamação.  Como exemplo, vejo nas redes sociais as reclamações que surgem após ser publicado uma notícia oficial do poder executivo.  Veja a Festa Junina de Fraiburgo, teve público invejável, clima agradável, comida típica, dois shows nacionais de renome com ótimo custo benefício ( Custou o equivalente ao preço de um copo de quentão comprado na festa - RS 4.00 por pessoa )  e que agradou o público presente. As escolas serviram o que tinha de melhor em gastronomia.  Ou seja, saiu tudo bem, quando é publicado a estimativa de público, bem menor que a sugerida pela Policia Militar, os reclamadores de plantão não perdem tempo, caem de pau.  Eu pergunto, que diferença faz, se foram 4 mil, 10 mil ou 15 mil, desde quando quantidade é mais importante que a qualidade? E a festa teve qualidade! Que atire a primeira pedra quem consegue fazer melhor.



Festa Junina

Uma bela festa Junina está programada para acontecer em Fraiburgo dia 10 de Junho, com dois shows com bastante equilíbrio, uma performance mais jovem do Felipe Duram e o mais tradicional do Felipe e Falcão. Este equilíbrio é a receita para tentar agradar o povo da terra da maçã, exigente mas caloroso.


Era capital da maçã

O que é difícil de entender, como que o Deputado Federal que fez um projeto que tirou o título de Capital da Maçã de Fraiburgo e passou para São Joaquim, mesmo quando aquela cidade era a segunda em produção em 2012, foi bem apoiado pelo PMDB daqui na eleição seguinte a ponto dele receber 15% dos votos.  Talvez este fato se deva por ele morar no município vizinho de Criciúma e possuir propriedade rural no ou próximo ao município homenageado.  Segundo entendidos, este ato fez com que toda a ação que venha do governo federal em prol da fruticultura seja levado pra aquela região, e nós ficamos no segundo plano, porque Terra da Maçã não tem a força de uma capital.

Sistema é contaminado

Se tem agrotóxico no pasto e passam para as verduras, tem hormônios na ração, e logo aparecem aditivos no leite, ai prendem do colono o lote de queijo contaminado.  Pois, se as vaquinhas comem o pasto, o fazendeiro colhe o leite que vem contaminado, então quer dizer que o problema está no queijo? Não seria melhor matar todas as vaquinhas antes de se tirar o leite.  Aqui no Brasil tem sempre alguém querendo culpar o outro, mas o problema está no SISTEMA, que é difícil de eliminar, pois, ele está sempre contaminado de alguma forma.

Casamento comunitário

No dia 27 de Maio, pela quinta vez casamentos comunitários foram realizados pelo Grupo Voluntário Vida e Cidadania (GVC) em parceria com o oficio de Registro Civil de Fraiburgo.  A Cerimônia foi realizada no salão Comunitário do Bairro São Miguel, dessa vez com 22 casais. Essa ação social, junto ao Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina (TJ-SC), tem como finalidade regularizar o estado civil de casais que já viviam no mesmo lar. Para os organizadores do GVC e da Pastoral, o importante é o casamento, por isso a celebração civil e religiosa foi totalmente gratuita. Organizada por voluntários, a celebração foi presidida pelo Juiz de paz Idio Fantinel a cargo de membros do cartório civil: Lorene Tagliari e Rosa Aparecida Pit Gatti e dos escreventes Lucas Jacó Reinehr, Jean Lucas Marqueviski.  Parabéns a todos pela bela iniciativa. 

É Fantástico


No dia 20 de Maio aconteceu em Fraiburgo um acidente considerado e tratado pela mídia nacional como inacreditável.  Um poste caiu, depois que um carreta bateu de ré e jogou ele sobre o asfalto.  O poste acertou um carro e de forma milagrosa não causou nenhum óbito, mas foi por milímetros.  Esta é a segunda vez em pouco tempo que Fraiburgo é citado no programa da Globo – Fantástico, que aproveitou um vídeo amador produzido pela editora da revista Evva: Jerusa Moreira.  Como Jornalista ainda quero ver o nome de Fraiburgo citado em matérias que não sejam tragédias ou violência.  

Felipe e Falcão

Um dos shows que farão parte da Festa Junina de Fraiburgo em 10 de Junho será da Dupla Felipe e Falcão.   Muito abatido com a morte do primeiro Falcão, Felipe parou de cantar por um período e, incentivado por fãs, amigos, parceiros e familiares, decidiu procurar um novo parceiro para dar continuidade à dupla; chegou-se a cogitar um concurso, na TV, para selecionar aquele que seria o novo Falcão. Esse concurso acabou não acontecendo, pois Felipe foi apresentado por Elaine Scalon a Almiro Almeida de Oliveira, que integrava a dupla Frank & Jordão. O Novo Falcão chamou a atenção pela semelhança tanto do seu porte físico, quanto da voz com o antigo Falcão. Em maio de 2010, a nova formação foi apresentada pelo sertanejo Edson, no programa Rota Sertaneja e repetiu o sucesso que a dupla antiga já acumulava.

Josiel se manifestou

Disse em nota o ex-vereador Josiel que em respeito à sua família, aos seus amigos e a comunidade Fraiburguense, ele veio a público, esclarecer em relação a ampla divulgação em redes sociais de informações sobre recursos por ele recebido da JBS por ocasião de sua candidatura a Deputado Estadual em 2014.  Mostrou o nobre político que nada tem a lamentar e a esconder, pois fazia parte da base do governo estadual recebeu recursos e prestou conta ao TRE.  Em minha opinião, quem recebe recurso de forma legal e declara que recebeu não cometeu crime algum. Depois teve a delicadeza de informar em nota os detalhes é porque nada deve e é digno de louvor e de aplauso.

Brasília em chamas


Não consigo entender a linha tênue que separa o ato de protestar daquela quebradeira praticada nesta semana em Brasília.   Essas atitudes depõe contra os movimentos e joga a opinião pública em geral contra todas estas instituições.  Por mais que eu reconheça a legitimidade dos protestos, das pautas reivindicadas, das passeatas, do clamor político, fico sem respostas ao ver a destruição promovida na capital do país.  Literalmente Brasília estava pegando fogo, resta saber se vão decidir apagar as chamas com “gasolina” ideológica.  


ONG Focinhos do Amor

Os cuidadores de Cachorros abandonados (Cães de rua) Focinhos do Amor, promovem, como forma de arrecadar ajuda, uma Feijoada beneficente com bingo, neste próximo sábado (20-05) ÁS 11:30 horas no Clube Flor de Maçã, onde terá um som ao vivo com Marcos e Juliano.  Haverá feirinha de adoção de cães.  Convocamos todos que tiverem sensibilidade canina, a comparecer neste dia e comprar sua marmita com feijoada (Serão disponibilizadas as marmitas tamanho padrão – não precisa trazer recipientes)



Lixo bem separado

Com o objetivo de conscientizar à população de Fraiburgo sobre a importância de acondicionar os resíduos gerados para a coleta adequada de lixo, a Sanefrai desenvolveu um ímã de geladeira, com o tema Separe seu Lixo, Recicle suas atitudes. No material cada bairro tem os dias e o tipo de coleta, resíduos sólidos ou recicláveis, em destaque.   A ideia da Sanefrai é incentivar a separação dos resíduos ainda nas residências. Em princípio o material foi criado para distribuição durante a Expoaciaf, mas quem tiver interesse pode fazer a retirada no escritório da Sanefrai.

Cadastramento Biométrico

Dos 295 municípios catarinenses, 210 já estão cadastrando biometricamente eleitores. Desse total, 14 municípios estão passando por revisão de eleitorado e o comparecimento ao cartório eleitoral é obrigatório.   Mesmo os eleitores dos municípios em que o cadastramento eleitoral está acontecendo de forma ordinária, ou seja, não obrigatória, podem agendar seu atendimento e evitar filas. Fraiburgo já está fazendo o cadastramento e substituindo os antigos títulos por títulos com leituras biométricas.

Revisão de eleitorado e biometria


A revisão do eleitorado é um procedimento realizado para confirmação dos eleitores que têm efetivamente vínculo com o município. Nesses municípios, os eleitores terão suas digitais e foto colhidas para o cadastramento biométrico.  A biometria é um método tecnológico que permite reconhecer, verificar e identificar uma pessoa por meio de suas impressões digitais, que são únicas. Na Justiça Eleitoral, o cadastro biométrico é utilizado para tornar as eleições ainda mais seguras e prevenir fraudes. Com essa decisão o número de eleitor deve ficar próximo do verdadeiro e impedir o inchaço artificial de zonas eleitorais durante a eleição. 

A   Feira

A Expoaciaf foi um grande sucesso.  Avaliadores informais deram a nota média 9.0 para o evento.  A justificativa foi por que expositores reclamaram da estrutura externa, que nas lojas e na praça de alimentação teve pontos de infiltração durante as chuvas e haver uma separação da praça de alimento para evitar cheiro de comida nas roupas. O público foi muito bom, os expositores venderam suas ideias e seus produtos, houve bastante novidade, em vários momentos o estado esteve presente.   Havia perfeitamente três níveis de “estandes”, os iniciantes, os que participaram pela segunda vez e os mais preparados (investiram) foram aqueles que já participaram de todas as edições.  Todos querem participar de no ano que vem, se forem corrigido estes detalhes, fará sucesso dobrado.

Miss Fraiburgo

Uma participação intensa na Expoaciaf foi da Miss Gisele Santos, que gentilmente visitou os estandes e registrou fotografias com quase todos empresários e visitantes.  Ela vai representar Fraiburgo no concurso Miss Santa Catarina na metade de Junho e precisa muito de patrocínio da cidade.  Porém a grande dificuldade se dá que no concurso anterior que aconteceu em Fraiburgo não houve um retorno midiático satisfatório para os patrocinadores, que se sentiram lesados, e hoje sentem desconforto em patrocinar novamente.  Precisamos de empresários que queiram associar a sua marca a este concurso e a imagem da nossa miss, vamos levar o nome de Fraiburgo para todo estado.  Ajude-nos.

25 anos do Bairro São Miguel

O Bairro mais populoso de Fraiburgo, e o que tem uma estrutura maior que muitas cidades do estado, está comemorando 25 anos de sua criação.  Dez entidades organizadas sem fins lucrativos, apolíticas, se reuniram e decidiram fazer uma grande festa para marcar esta data.  Será com certeza uma festa popular de grande proporção, onde os homenageados serão todos os que transformaram este bairro um ótimo lugar para se morar.

Esportes:


Fraiburgo é um celeiro esportivo, diferente de outros lugares onde apenas o Futebol progride, aqui esportes não tão tradicionais também colhem frutos.  Exemplo disso é o Karatê quem vem pontuando no ranking e colheu medalhas de ouro numa etapa brasileira.  Outra Modalidade de grande expressão tem sido o xadrez que mantem sempre seus atletas afiados e todo mês estamos publicando matérias de suas conquistas.  Esporte bem sucedido levam de forma positiva o nome do município e devem ser tratados como embaixadores do nosso povo e merecem nosso aplauso.

Assaltos

A quadrilha que assaltou Fraiburgo, expôs a fragilidade que a vida em sociedade nos impõe.  Em contra partida sinalizou que contra a força não há argumento.  Por mais que imaginamos que estamos seguros e que por sermos uma cidade pacificada aqui nunca acontecerá coisas desta natureza, precisamos mudar nossa lógica.  Quanto maior for a diferença social, maior será a violência praticada.  Nada é tão ruim que não possa ser piorado.  Me sinto na “idade média” quando o assunto é segurança.  Foram-se os anéis, mas ficaram-se os dedos, ainda podemos mudar isto, este é um bom momento para reflexão.

Em tempo de crise

Santa Catarina desbancou Goiás e já é o quarto maior produtor de leite do país. De acordo com o secretário adjunto da Agricultura do Estado, Airton Spies, dados do IBGE divulgados recentemente confirmam a posição com um volume de 2,43 bilhões de litros recolhidos pelas indústrias, contra 2,13 bilhões de litros de Goiás. Esse volume não leva em conta o leite produzido e consumido nas propriedades, que é em torno de 25% do total. Fraiburgo tem uma bacia leiteira considerável e programas que incentivam a produção de leite, um bom exemplo é o programa de silagem, que tem sido um dos responsáveis pelo aumento da quantidade de leite no município.

Expoaciaf

Começou ontem (07-04\) em Fraiburgo, no Centro de Eventos Sebastião Andrade dos Santos a Feira Multissetorial que conta com exposição de diversas empresas, Feira do Pequeno produtor, Feira do Comércio, além de inúmeros momentos de formação e capacitação.  É uma grande oportunidade para o empresário demonstrar o potencial de sua empresa, pois a feira promove a troca de informação, conhecimento e prospecção de bons negócios. Vale apena visitar.



Lula na Frente

Apesar da Grande campanha contra Lula, as pesquisas estão apontando o ex-presidente como favorito para presidência em 2018.   Contra todo o clamor dos partidos e da Mídia conservadora Lula desponta na frente.  Tenho a impressão que se Lula não for preso ou ficar impedido de ser candidato, com certeza será o próximo presidente do Brasil.


Imposto Sindical

Este sempre existiu para trabalhadores da iniciativa privada, regidos pela Consolidação das Leis Trabalho (CLT). Porém, quando a Constituição de 1988 permitiu a sindicalização dos servidores públicos, além de conceder o direito de greve, abriu-se uma brecha para a cobrança do imposto sindical para o funcionalismo público. A partir de então, diversos sindicatos pleitearam no Supremo Tribunal Federal (STF) que, em entendimento genérico, concedeu aos sindicatos o direito ao imposto, Após este entendimento do STF nasceu a Instrução Normativa que determinou o recolhimento, mas os juízes entenderam que o imposto cria uma espécie de “máfia sindical”, que pouco trabalha em defesa dos servidores.

Suspensão da cobrança

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) proibiu, através da Portaria nº 421, de 5 de abril de 2017, o recolhimento do imposto sindical, previsto no art. 578 da CLT, de todos os servidores e empregados públicos municipais estaduais e federais. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) quinta-feira (06/4). A medida suspendeu os efeitos da Instrução Normativa nº 01, de 17 de fevereiro de 2017, que determinava o recolhimento do imposto, que era feito de forma anual e de uma só vez dos servidores.


O que pode mudar


Com a decisão, fica proibido o desconto pelas administrações públicas da taxa dos servidores e empregados públicos de qualquer esfera. O desconto do imposto é feito no mês de março e repassado aos sindicatos no mês de abril. Muitos municípios do estado já fizeram o desconto, hoje considerado indevido do imposto sindical em março. Agora caberá aos departamentos jurídicos de cada entidade buscar na Justiça a devolução dos valores, o que causará problemas financeiros em muitas entidades que tem neste recolhimento sua fonte de arrecadação principal.


Lava jato e o PP

Apesar de toda a pressão contrária e dos ataques sórdidos sofridos por alguns de seus integrantes, a força-tarefa da Lava Jato avança. Com o pedido, mediante ação civil pública já ajuizada, de devolução de R$ 2,3 bilhões aos cofres públicos, bagatela que teria sido roubada por integrantes do PP, a operação entra em novo momento: o de responsabilizar partidos políticos por ações criminosas, cobrando o devido ressarcimento.

Celebrando a saúde

Sexta-feira, 7/4, o mundo celebra a saúde. Nesse ano o tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é voltado a promoção para saúde, “Vamos conversar? A Secretaria Municipal de Saúde aderiu a essa temática focada em transtornos como a depressão, doença que afeta milhões de pessoas, de todas as faixas etárias, ao redor do globo.  A ideia da ação que será desenvolvida em Fraiburgo, é focada nas formas de prevenção da doença, conversando abertamente sobre o processo saúde. Entender a doença é o primeiro passo para reduzir o estigma associado a promoção de saúde.

O Adeus ao Tio João

Nesta semana faleceu com 103 anos o Tio João Maria Ribeiro da Silva. Ele era morador do Faxinal dos Domingues, descendente do povo do Taquaruçu que remanesceram da guerra do Contestado. Tio João nasceu em 1914 e contava, sempre com sua voz suave e uma educação invejável as histórias dos nossos antepassados. Fez questão de votar em todas eleições e nunca abriu mão de seus deveres cívicos. No Sindicato foi o sócio mais com maior permanência. Recebeu da câmara o título de cidadão centenário. Sua passagem aconteceu segunda-feira, 27/03 e foi marcada por homenagens e pelo sentimento de uma passagem gloriosa. Descanse em paz Tio João.

Um Livro hilário

Aconteceu neste sábado, 25 de março de 2017, na Sala da Ordem dos Advogados da Subsecção de Fraiburgo o lançamento do livro “Labeas Copus”, escrito pelo advogado, professor, ex-presidente das subseções de Videira e Fraiburgo e escritor, João Marques Vieira Filho, A obra reúne 46 crônicas sobre situações “hilárias” vivenciadas no exercício da advocacia. “São crônicas de 37 anos de exercício profissional, uma obra de ficção sem nenhum compromisso com a verdade”, tendo no total 46 crônicas versando sobre situações hilárias. João Marques, famoso e conhecido por observar falhas e erros ortográficos, desta vez resolveu registrar em livro, creio eu, como forma de desabafo,  as diversas situações hilárias. Eu li, gostei, vale apena você ler também.

Aproximações legislativas


Mesmo estando desde dezembro de 2016 fora do quadro de trabalhadores do legislativo de Fraiburgo, tento participar sempre, nas segundas-feiras das sessões da casa. Tenho notado uma aproximação bem natural de alguns vereadores, da oposição, inclusive emitindo muitos elogios diretos em tribuna dirigidos a pessoa da Prefeita. Será isto uma tendência de “aproximação”? Será que em breve teremos mais vereadores na base governista? Há muitos boatos circulando no meio do povo. Onde há fumaça , há fogo. Vamos continuar observando. 


Muita chuva e pouca água


Mesmo com chuvas constantes em Fraiburgo o nosso sistema de abastecimento de água tem sofrido duros golpes. Este é o resultado da falta de investimento prolongado em pontos de captação, perfuração profunda e em um tratamento que comporte o tamanho da cidade por mais 50 anos. Tivemos na semana passada falta d'água em vários pontos da cidade que com razão causou desconforto e reações na população. Segundo alguns técnicos, a solução passa pelo investimento de no mínimo de dois milhões de reais, que não está no orçamento do município para 2017 e que esperamos estar no de 2018. É preciso perfuração de poços que atinjam o aquífero Guarani, aqui estimado em 900 metros de profundidade, para tal, muita mobilização política será necessária.


Cidade Planejada


Muitos podem não acreditar, mas Fraiburgo foi uma cidade que tinha um “plano diretor” antes dela ser emancipada. Já em Janeiro de 1961 havia um estudo documentado que se chamava: relatório de urbanização. Quando tiverem oportunidade, observe uma foto área e vejam como as ruas obedecem traçados curvos planejados seguindo a natureza, o que na agricultura é conhecida como “curva de nível”. A ideia de planejar foi perfeita, salvo mudanças que a história teimou em fazer e alguns aterramentos impróprios, o que permanece além da beleza topográfica mostra que somos uma cidade, que foi pensada e devemos em hipótese alguma abandonar esta tradição do pensar.

Repensando a alimentação

Em Fraiburgo a repercussão da opinião pública com relação a operação carne fraca foi de descrédito Poucos acreditaram na denúncia. A produção de animais para consumo requer enormes quantidades de recursos como água, terra e ração animal. O cultivo de grãos para ração animal disputa espaço diretamente com a produção de alimentos para humanos. Muitas vezes, a atividade agropecuária acaba expandindo suas fronteiras para áreas de floresta e de Cerrado ainda preservadas. A produção de gado em escala industrial também gera uma enorme quantidade de resíduos e emissões de gases do efeito estufa que agravam o aquecimento global. Todos nós, cidadãos, podemos contribuir para mudar esse quadro, adotando pequenas mudanças no nosso estilo de vida, como a redução no consumo de carne. Uma dieta baseada em vegetais é melhor para a saúde, para o clima, para as florestas e para a segurança alimentar global.

Claudete com Kassab

No dia 18 de março, em Chapecó-SC a prefeita de Fraiburgo, Claudete Gheller Mathias (PPS), se encontrou com o ministro da ciência, tecnologia, inovações e comunicações Gilberto Kassab (PSD-SP). No encontro foi tratado de assuntos referentes a Banda Larga e outras demandas ligadas a comunicação em Fraiburgo. O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) construído na França, o equipamento garantirá a comunicação segura ao governo e levará banda larga para todo o País. A previsão é que o satélite seja lançado ainda neste primeiro trimestre . Com investimentos de cerca de R$ 1,7 bilhão, o SGDC cobrirá todo o território nacional com uma banda larga de altíssima qualidade, com uma capacidade 60 vezes maior que a dos satélites atuais. Operado pela Telebrás, deve entregar entre 58 e 59 gigabytes e conseguira levar banda larga aos moradores mais isolados.

Interessado no social

O vereador Marcos Adriano Raldi Palaoro ,conhecido como Marquinhos do "P"..., esteve presente na 2ª Ação Social Amigos do São Miguel realizada neste domingo (19/03), na Escola Antônio Porto Burda – CAIC. Este evento foi organizado pelo Núcleo de Empreendedores e Comerciantes da Aciaf do bairro São Miguel, com apoio de outras organizações sociais e de outros grupos da própria associação empresarial. Na sua avaliação Marquinhos pontuou que: " Ações desta natureza, devem sim ser feitos com mais frequência e se possível em outros bairros, até pra que o estado possa estar presente e mostrar para população parte de seus produtos e serviços". Finalizou parabenizando as entidades envolvidas no evento.

Apae de Fraiburgo

As primeiras três parcelas do convênio com a Apae de Fraiburgo foram empenhadas e pagas na semana passada. Ao todo foram R$ 172.805,91 dirigidos a conta da instituição de educação fraiburguense. Os recursos são provenientes do Governo do Estado, por meio do Fundo Social. O convênio firmado em fevereiro segue um novo modelo de gestão que vem sendo aplicado pelo Governo do Estado há dois anos em Apaes que demonstram interesse e apresentam  

Burrice política

Há muitos anos o deputado estadual Valdir Cobalchini (PMDB), faz uma ótima feijoada e convida toda a imprensa da região. Participei várias vezes neste encontro, que acontece em Caçador-SC na fazenda de sua família. Uma oportunidade ímpar de reencontrar os amigos da faculdade e colegas de outros veículos de comunicação. Hoje faço parte do setor de comunicação do município de Fraiburgo (Executivo) e fui alertado por um político, que não trabalha comigo, que me disse: “Você não deveria participar destes encontros, agora que está na prefeitura”. Confesso que não entendi, vou como Jornalista, fora do meu horário de trabalho, sem vínculo partidário, além do mais Cobalchini é um deputado muito bem votado em Fraiburgo e tem uma dívida moral muito grande com nossa gente, precisamos pavimentar uma aproximação maior com ele. Ignorar sua existência é pura “burrice política”.

Semana agitada

O Final de semana em Fraiburgo foi marcado por dois eventos com boa participação popular. O Jogo das estrelas e o Encontro Municipal das Mulheres com o show do rei. O primeiro com bom público, foi marcado pelo reencontro de eis-astros do esporte com seus fãs, o que atraiu gente de toda região e proporcionou uma “festa descontraída” onde a confraternização foi mais importante que o próprio jogo. Na segunda, com ótima presença das mulheres a “emoção e o romantismo” foi a palavra de ordem, que atraiu muitas mulheres de todas as idades que cantaram junto com o sósia do rei, sucessos que estão marcados no imaginário popular. De um modo geral a opinião pública se manifestou de forma favorável as duas festas e torcem para que outras venham.

Quebrou o protocolo

No Show do Roberto Carlos, a Prefeita Claudete Mathias dispensou qualquer protocolo. Apesar de o evento estar repleto de políticos, que foram convidados, o Show era para homenagear as mulheres e foi com esta energia que ele foi conduzido, não teve o mínimo espaço para discursos políticos cansativos. Acredito eu, ter sido isso amostra de como a Prefeita vai conduzir sua caminhada. Preste atenção nesta mudança de hábito, pois, pode estar nascendo uma nova forma de fazer política, menos rígida e mais humana.

No ninho do Tucano

O PSDB de Fraiburgo elegeu o advogado e assessor da Câmara Municipal Antônio Carlos Ribeiro para presidente do partido. Falam nos bastidores que houve uma grande queda de braço entre Antônio Carlos e o presidente anterior Zeli Locatelli. O antecessor discordava do apoio que o partido deu ao PMDB na eleição da presidência da câmara (2017) e preferia não ficar na oposição e sim compor com o executivo. Locatelli foi voto vencido e Ribeiro está otimista no crescimento do partido nestes próximos anos.


Destaque

Com a colheita da maçã, Fraiburgo foi o município com a maior geração de empregos do Estado, com geração de 1.537 vagas, sendo destas 1.466 do setor agropecuário. O bom resultado de geração de empregos das cidades catarinenses fez com que Santa Catarina se tornasse o Estado brasileiro com maior geração de empregos em janeiro. Acumulamos um saldo de 11.284 novos postos de trabalho em Santa Catarina, registrados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), aponta a diferença positiva entre admissões e desligamentos no estado no mês de janeiro. Foi o melhor resultado do país para o primeiro mês de 2017.

Eventos

O próximo final de semana em Fraiburgo estará repleto de acontecimentos, na sexta-feira 10/03 acontece o jogo das estrelas, numa partida entre DENILSON SHOW contra Amigos de Fraiburgo. Nesta partida estarão presentes atletas conhecidos como: Denílson Show, Serginho Chulapa, Amaral, o boxeador Popó e o anão do Pânico na TV. No domingo 12/03 acontece o Encontro Municipal da Mulher, comemorativo ao dia internacional da Mulher, com o show do Roberto Carlos Cover (Raul Nazário). Estas atividades acontecerão no Centro de Eventos Sebastião Andrade dos Santos e todos estão convidados.

Parabéns Paçoca

Esteve completando mais um ano de vida o meu amigo Paçoca (Delcidio), morador bastante conhecido no bairro São Miguel, veio ao mundo em 04/03/1951, dez anos antes de Fraiburgo nascer. Sua esposa Marli Terezinha e sua filha Cláudia (Paçoquinha) fizeram questão de registrar com uma “Selfiê” o grande dia. Parabéns ao amigo “Paçoca” que Deus lhe dê muitas campanhas eleitorais pela frente. Muitas felicidades.

Informando o Legislativo


A Prefeita de Fraiburgo Claudete Gheller Mathias esteve na Câmara Municipal de Fraiburgo e usou a tribuna prestando esclarecimento no legislativo. Dentro os diversos assuntos relatou os resultados financeiros obtidos com sua visita aos deputados estaduais e federais, em Florianópolis e Brasília. Aproveitou o momento e informou a situação da UPA - Unidade de Pronto atendimento, a qual planeja colocar em funcionamento no primeiro semestre de 2017. Reforçou a importância da abertura dos Cei's aos sábados. Comentou a criação do grupo de trabalho de eventos extremos. Argumentou sobre a necessidade de alteração do horário de atendimento da unidade do IGP - responsável pela confecção de identidade. E finalizou sua explanação com a divulgação do acréscimo no orçamento da secretaria de agricultura. Após sua explanação, os vereadores realizaram perguntas que foram devidamente respondidas pela Prefeita. Claudete disse:"que pretende voltar para prestar esclarecimentos, quantas vezes lhe forem dada a oportunidade, ou quando o legislativo manifestar o desejo de lhe convocar".


Ivo Biazzolo tenta deixar boa imagem
Com um governo pouco popular, e pouco transparente, o Prefeito Ivo Biazzolo que entrega a “Casa Cinza” daqui 13 dias, tem se esforçado pintando os meio fios, as faixas de pedestres, limpado a cidade, querendo mostrar que entrega Fraiburgo com uma bela paisagem. Os críticos severos deste governo dizem que ele quer sair em alta, dizem também que ele quer limpar as poucas moedas que tem de saldo, outros falam que ele quer desviar os olhares dos munícipes para os grandes problemas que deixa de herança.  Seja qual for o motivo, “marmelada na hora da morte é veneno”.  

Aproveitador

Segundo o dicionário é o indivíduo sem ética ou sem escrúpulos que se deixa levar pela cobiça ou por baixos instintos e comete atos reprováveis, valendo-se de situação favorável, tentadora, de que geralmente não se arrepende.  Hoje um comerciante me falou e custei a acreditar que apenas uma empresa das tantas que vendem telhas de fibrocimento em Fraiburgo escapou da notificação do PROCON.   Ele me relatou que as demais foram notificadas por praticarem preços acima do padrão se valendo da lei da oferta e da procura.  Com os telhados perfurados de milhares de casas atingidas pelo granizo a procura de telha aumentou de forma exponencial, lhes garantindo boas vendas.  Talvez a alta de preço não seja ilegal, e se realmente isso aconteceu, se aproveitar da “desgraça coletiva” é imoral.  Com a palavra o PROCON.

Desemprego

Estava eu caminhando na beira do lago quando encontrei alguns trabalhadores conversando em voz alta. Contavam que a empresa onde trabalhavam e funcionava uma unidade para serragem de madeira demitiu hoje todos os 60 funcionários e a unidade foi fechada.   Parece que cada semana que passa o problema do desemprego na cidade de Fraiburgo aumenta assustadoramente.  Vamos precisar no ano que vem, com o novo governo discutir políticas públicas voltadas a recuperação dos postos de trabalho e também ações para criação de novos postos.  Quem tem emprego, tem renda, com renda tem condição de resolver os seus problemas sociais aumentando o índice de felicidade pessoal.

Despachante

Já ouvi falar em espécie de árvores em extinção, em animais em extinção, mas é raro ouvir falar em profissão em extinção.  Encontrei um despachante, com uma cara triste e bastante reflexivo dizendo: que alguns deputados catarinenses assinaram um projeto de lei que vai permitir que documentos de carro possam ser expedido de forma direta, apenas pagando no banco e recebendo pelo correio.  O Grande problema que esta decisão pode desempregar mais de 30 mil profissionais despachantes em Santa Catarina, o banco vai continuar faturando, o governo também, mas é quem tem sua principal fonte de renda advinda desta atividade?

Lamento solitário

Passei para distribuir um exemplar do jornal numa pequena loja de roupas no centro da cidade. Estranhei, pois, só o proprietário estava atendendo. Na loja trabalhavam, ele, a esposa e uma funcionária.  Me relatou com tristeza: “Minha esposa foi trabalhar numa loja de um amigo, a minha funcionária passou para meio período e só vem a tarde, e se a coisa continuar assim terei que fazer uma acordo com ela e dispensa-la, em 25 anos que estou no comércio, nunca tinha passado por isso”.  “Saiu o pagamento das empresas e você vê alguém comprando? Tenho aluguel para pagar, em vinte anos nunca atrasei duplicatas e agora corro o risco de ser chamado de mal pagador”.  Eu não sei o que fazer, eu não sei o que fazer repetiu ele chacoalhando a cabeça.   

Eficiência 

O episódio das chuvas de granizo em Fraiburgo foi fundamental para provar a capacidade de mobilização das instituições.  Um fato a mais me chamou a atenção: a presença da prefeita eleita para 2017 Claudete Geller Mathias engajada na equipe da defesa civil.  Me contaram que ninguém tinha a menor ideia de como saber quantas casas foram atingidas. Ela pediu três horas de prazo, mobilizou todas as professoras, cada uma com seu carro particular, mapearam, visitaram os bairros, levantaram os dados e trouxeram a tempo o que era preciso.  Foi uma demonstração de parceria, liderança e eficiência.  A resposta veio no tempo certo.

A Lista

Conta a lenda, pós eleição, “que numa cidade vizinha” um prefeito que não foi a reeleição, que tinha compromissos questionáveis com os adversários políticos, esperou o resultado e depois de saber que seu suposto sucessor foi vencedor, preparou uma lista com nomes de amigos que ele gostaria que ficassem na nova administração.  A resposta foi: “tua administração termina dia 31 de dezembro, quando você compôs o teu secretariado pode escolher quem você quis, agora deixa eu fazer minha escolhas sozinho”.  Isto demonstra que esta administração terá uma cara nova e que o passado tem que ficar no passado.

Duas histórias

Depois que passou a campanha, o que fica além dos lamentos ou das alegrias, são as histórias pitorescas.  Um coordenador de campanha em Fraiburgo disse a um candidato durante a campanha eleitoral: “você é candidato pangaré, resultado, levou um soco no nariz e o pangaré fez perto de 500 votos, quase se elegeu.  Depois, outro candidato, ouviu na mesma sede: quando ele afirmou que ia se eleger, um dos parceiros lhe respondeu, o que! você vai se eleger? Você acredita em Papai Noel? Pasmem, em Fraiburgo papai Noel existe, aquele candidato se elegeu. Com um clima desse, seria esperar demais que esse grupo fosse vencedor das eleições.  

Folclore

Tem sempre na cidade aqueles eleitores que não gostam de perder o voto.  Que por inúmeras razões querem estar do lado do vencedor.  Conheço alguns bem pitorescos que chegam a ser folclóricos e todo mundo sabe o nome, e onde moram e como agem.  Tem um que pegou adesivo das quatros bandeiras que concorriam a majoritária em Fraiburgo.  E durante a campanha, não colou de ninguém, uma semana antes um dos candidatos foi questionar a sua atitude.  Ele respondeu: “ganhe, daí eu vou colar o teu número no carro, se perder vou colar o do outro”.  Neste período um outro que defendia os supostos favoritos, com adesivo e tudo, perdeu a eleição, e amanheceu com o adesivo da bandeira vencedora. Questionado disse: “fiz um acordo ontem e só no telefone virei 200 votos por isso ela ganhou”.  Conseguem entender porque o nosso processo eleitoral não é levado a sério pelo eleitor?

Rasgando o verbo

Os que não gostam de política, costumam ser mandados pelos que gostam. A legislação não me permite rasgar a bandeira, rasgar a constituição, rasgar o título eleitoral, a única coisa que posso rasgar é o verbo. E assim mesmo há os que pretendem me calar. A ideia que faço dessa gente, que acham ter resposta para tudo é idêntico a um filho que quando perguntado se fala mal do pai, ele nega, mas confirma que fala mal da mãe, perguntado o que ele fala da mãe, ele diz “minha mãe não soube escolher marido”. Diz-me que vantagem você perde, que eu te digo quem você defende.

Tempero adicional 

Não há como fazer uma omelete sem quebrar os ovos e considerando que o melhor tempero é a fome, na política de Fraiburgo segue-se o mesmo principio. Quem estava com muita pressa e ou precisava adicionar alguns números a mais nas pesquisas, cometeu alguns enganos inclusive enganando-se a si mesmo.  Já do lado de lá a candidata foi com uma forma DIFERENTE de fazer política, aos poucos conquistando seu espaço e o seu desempenho acima do esperado pelos opositores, reflete 34% do desejo de mudança... Fato!

Inferno astral

Com certeza você já deve ter ouvido essa expressão: inferno astral. Quando falamos que determinado signo é nosso paraíso ou inferno astral, queremos dizer que existe um signo que combina com o nosso, enquanto o outro pode gerar uma relação (amizade, namoro, familiar) um tanto complicada. Quem acompanha política e gosta de signos deve pensar: os dois políticos com ótimos desempenhos em Fraiburgo: Nelmar Pinz (PMDB) e Edi Lemos (PSDB) devem estar vivendo os seus períodos de inferno astral. Nelmar mesmo dizendo estar com 54% de intenção de votos teve a segunda derrota em parceria com Gabriel Fantin e Edi Lemos o tempo todo citado como a bola da vez e dado como o próximo prefeito, não manteve o mesmo pique nos últimos cinco dias e também sofreu uma derrota. Coincidência mesmo é o fato de que os dois políticos são campeões de votos em nossa cidade e tem grandes admiradores. Por certo a autoconfiança que os dois candidatos não escondiam refletiram negativamente e acabaram por “dar” à vitória para a primeira mulher prefeita de Fraiburgo: Claudete Geller Mathias.

Choveu pra cima

Colecionei estas frases ouvindo trechos de conversas que um político disse insistentemente na preparação de sua campanha, disse claro para os amigos mais íntimos que não guardaram segredo. ( * Foi tudo dito antes da eleição)...

"Fraiburgo vai vim pedir de joelho pra eu ser o prefeito";

"Ganho essa eleição até com um poste de vice";

"As pessoas do meu partido não servem pra governar, servem só na campanha, e olhe lá";

"Não faço coligação com partido nenhum porque EU ganho essa eleição sozinho";

"O dia que chover pra cima eu perco a eleição";

"Não vou mudar uma vírgula no MEU próximo governo, serei austero e rígido como sempre fui, pois esta é minha última eleição, depois não vou precisar mais do povo"

" Não existe o nós... É o MEU governo, o governo tem nome e sobrenome, o meu"
Qualquer semelhança é mera coincidência...

Mudanças

O Grande recado dado nas urnas em Fraiburgo foi o da “MUDANÇA”.   Ao observar a vitória da primeira mulher para conduzir o executivo municipal e a renovação de 8 cadeiras no legislativo, ficou claro que o eleitor clamava por mudar.  Permaneceram nas cadeiras somente os três que acumularam uma boa “gordura política” e puderam queimá-la durante as eleições.  Fato foi que mesmo concorrendo com dois ícones que acumulavam somados 16 anos de mandatos, quem representava a mudança saiu vencedor.

A derrota

Se eu tivesse que escolher um único motivo que representasse o que ocorreu com os três partidos que perderam a eleição em Fraiburgo eu escolheria: a arrogância.  O PMDB foi arrogante quando decidiu sair de chapa pura e anunciou ter 55% de intenções de votos e confiou numa unidade partidária que visivelmente não existia.  O PSDB quando praticamente encerrou sua campanha 5 dias antes da eleição por considera-la suficiente para vitória.  O PP que postergou suas coligações e acabou ficando isolado sem oxigênio para fazer frente aos outros três grandes partidos. Ganhou quem conservou uma proposta mais aberta e plural, quem apostou na ideia de que todos podiam fazer a diferença.

Reeleitos

Não foi surpresa para este colunista ver reeleito para câmara municipal nomes como: Oracir Ferreira de Deus (PP), Rodrigo de Lara (PSD) e Gerson de Matia (PMDB).  Apesar do grande interesse dos eleitores por novos nomes, estes três vereadores mostraram que é possível aliar a experiência a um novo jeito de fazer política. Oracir vai se tornando o vereador com mais tempo de mandato, Gerson vai para o seu terceiro mandato e Rodrigo Lara para seu segundo.  Retornaram a casa de leis a vereadora Marta Back e Toni Francisco, dois ex-presidentes que chegam com boa bagagem política.

Surpresas

O Recém eleito vice-prefeito Júlio Santos foi a grande surpresa da eleição, sem nunca ter frequentado o legislativo foi direto a majoritária e se elegeu.   No legislativo a eleição do mais votado no PMDB: Marquinhos Adriano e do Tite da Funerária marcaram esta eleição, pois ambos surpreenderam com suas campanhas silenciosas e eficientes.  Na lista de quase eleitos ficou o Brollo (PMDB) que fez uma votação expressiva lhe faltando uns 40 votos para conseguir ser eleito. Esta eleição de pura renovação foi marcada pelas caras novas.   Esperamos que as contribuições dos novatos conduzam nosso município no caminho do esperado desenvolvimento.
Doa a quem doer

Um de nossos candidatos a prefeito, disse lá no palanque eleitoral “que não tem compromisso com o erro, com o desvio e o mal feito” e agradeceu a imprensa Fraiburguense por não se submeter ao constrangimento governamental e sempre denunciar os casos de corrupção tornando as regras as mais transparentes possíveis. Por isso preste atenção no que ele disse, cabe a imprensa ser a ponte entre o acontecimento e o leitor doa a quem doer.

Se a culpa é minha

Os leitores sempre veem nos Jornalistas alguém que vive de mau humor, anotando reclamação e que ficam apontando os defeitos da sociedade e dos outros. Que preferem saber de uma fofoca, a saber, algo que transforme a sua vida. Que jornalista adora deixar sempre o citado em situações de desconforto. Mas a verdade é que nós Jornalistas não inventamos as vontades, apenas descrevemos as vontades expressas na sociedade. Se você adora acidentes, logo verá acidentes, se gosta e política, verá política estampadas nas capas dos jornais, não inventamos os acidentes a política e nem as consequência de ambos.  Mas, como a maioria gosta de achar um culpado pra tudo, Deus, Estado, os outros (menos ele) ficam sofisticando suas fraquezas e passam a culpar o mundo. Nessa entra também o Jornalista. Mas eles tem razão pois se a culpa é minha eu a coloco em quem eu quiser

Ossos do ofício

Como diz o ditado popular em “batalha de esqueleto não tem sangue, mas em compensação toda fratura é exposta”, em política é bem por ai, faltando poucas horas para o pleito eleitoral de 2016, começam a aparecer os favoritos para substituir o administrador público, em cada conversa alguém sugere um novo nome, ou velhos nomes, Juliano Nilson, Edi e Litrinho, Gabriel e Nelmar e Claudete e Júlio Santos e assim seguem as indicações. Mas como eu disse “todas as fraturas serão expostas”, assim que alguém cita o nome, já tem um grupo falando do ponto negativo do indicado, apertando e causando as futuras fraturas expostas. Quem quer ser homem público tem que aguentar as dores dos ossos quebrados.

Rasgando o verbo

Os que não gostam de política, costumam ser mandados pelos que gostam. A legislação não me permite rasgar a bandeira, rasgar a constituição, rasgar o título eleitoral, a única coisa que posso rasgar é o verbo. E assim mesmo há os que pretendem me calar. A ideia que faço dessa gente, que acham ter resposta para tudo é idêntico a um filho que quando perguntado se fala mal do pai, ele nega, mas confirma que fala mal da mãe, perguntado o que ele fala da mãe, ele diz “minha mãe não soube escolher marido”. Diz-me que vantagem você perde, que eu te digo quem você defende.

Encurtou

Hoje já tem gente dizendo que o tempo de campanha ficou muito curto, e isso está dificultando não só para o candidato, que tem pouco tempo para divulgar as propostas, mas também para o eleitor, que vai teve menos tempo para conhecer essas propostas.  Óbvio que vão saber mais depois do debate, como o que acontece domingo (25) na Rádio Fraiburgo.  Já o contato na campanha de rua ficou acelerado e impessoal, mas, mesmo assim houve alguns avanços. Como a redução do tempo geral de campanha vai dificultar para todos, não há prejuízos no processo.  Vantagens para quem está no poder.

Diminuiu

Está é a primeira eleição em que as empresas estarão proibidas de fazer doações para os candidatos a prefeito e vereador. As campanhas contam só com o financiamento de pessoas físicas. Além disso, os candidatos estão obedecendo a um limite de gastos. Já é visível na prática o encurtamento das publicidades e menores gastos com cabos eleitorais, os comícios muito mais simples e pouco atrativos, até os “santinhos” ficaram mais funcionais.  O que me remete a lembranças de outras campanhas, onde o custo era assombroso e muitas vezes não declarado.  A única coisa que não pode diminuir é a oferta de boas opções para se votar, senão a restrição deixará de ser eficaz.

Restringiu

Até a eleição passada, não havia restrições para os gastos de campanha e o valor era uma decisão dos próprios partidos políticos. Com esse teto de gasto, muitas campanhas, como a que ocorre em Fraiburgo, terão que fazer uso da ferramenta imaginação.  Resultado disso são campanhas desaquecidas e um contingente de eleitores “insatisfeitos” com a dita economia eleitoral informal em baixa.  De qualquer forma o voto é obrigatório então a quantidade de votos não será afetada.

Atrapalha

Falando em eleição, me lembrei de um evento que pode influenciar os resultados da eleição aqui.  A terceira fase da OPERAÇÃO PATROLA, segundo fontes confiáveis dizem: que há esforço enorme sendo dispendido para que novos nomes de envolvidos sejam divulgados antes da eleição. Será que tem nomes de Fraiburguense na lista? Tem gente que aposta que sim.

Elói Regalin:

Foi uma grande surpresa para todos aparecer o nome do ex-presidente da SANEFRAI arrollado como suspeito de ter recebido propina na operação Patrola fase II.  Eloi Regalin fez algumas colocações à imprensa, manifestando que durante a sua gestão na Sanefrai, adquiriu uma máquina que está em uso pelos colaboradores da empresa atualmente. Segundo ele, todos os passos, seguiram todos os trâmites burocráticos e que essa empresa investigada, na época foi a que ofereceu o equipamento licitado com o menor preço.   Ele contou que ficou sabendo pela imprensa que seu nome estava na lista, ficando surpreso com a citação do seu nome. Eloi afirma que não recebeu nenhum centavo de propina e que toda a compra da máquina seguiu o processo licitatório normal. Assim que foi citado o seu nome nas divulgações em meios de comunicação, deslocou-se até a Comarca do Ministério Público de Tangará, onde tentou ter acesso ao processo pessoalmente, porém, foi informado que o mesmo corre em segredo de Justiça e que terá que aguardar a citação para depor.

Sanefrai:

Curiosamente essa é a segunda vez que um ex-presidente da autarquia é denunciado e tem que responder por suspeitas de malversação do dinheiro público.  Em 09 de Outubro de 2015 a Radio Fraiburgo publicou matéria anoticiando a existência de uma ação civil pública (Autos: 0900037-62.2015.8.24.0024) contra a Empresa Sanetal Engenharia/Consultoria em Saneamento e Meio Ambiente LTDA, Adriano Augusto Ribeiro, Roberto de Carvalho Correa e o ex-presidente da Sanefrai Ademir Pedro Perin, em grau de recurso.  Agora vem a tona outra questão também contra outro ex-presidente.  A ironia se dá pelo fato destes presidentes terem sido nomeados por prefeitos de partidos diferentes que hoje trocam acusações em nome da honestidade.

Homenagens:

A Câmara Municipal de Fraiburgo concedeu uma Moção – nº 24-2016 de parabenização e reconhecimento a Granja Perazzoli, pela conquista do titulo de Granja Campeã em produtividade em âmbito Nacional entre produtores com mais de 3 mil matrizes, recebendo o troféu Leitão de Ouro.    A Câmara Municipal de Fraiburgo concedeu uma Moção de parabenização – nº 25-2016 Ao Senhor Vladimir Roque Luzzi e família, pela conquista do Prêmio Empreendedor Rural Cooperativista, onde recebeu o troféu Aury Luiz Bodanese (Coopervil).   A Câmara Municipal de Fraiburgo aprovou o decreto nº 02-2016 que concedeu o Título de Cidadão Honorário de Fraiburgo ao Senhor José Zeferino Pedroso e no dia 05-09 ele recebeu em sessão esta alta honraria.

Registro Negado:

O registro de candidatura do professor Mauricio Passos Pinheiro (PR) que concorreria pela coligação Povo Unido Progresso Garantido (PMDB/DEM/PTB/PR) no município de Lebón Régis foi negado.  A Justiça eleitoral daquela cidade o considerou inelegível para o pleito de 2016.   A recusa do registro se deu em função do candidato ter sido demitido do serviço público em 19 de setembro 2012 por meio de um processo administrativo disciplinar.  O Juiz Bruno Malkowiecky Salles das 77ª Zona Eleitoral indeferiu o pedido de candidatura de Mauricio o que impediu que ele concorresse neste ano ao cargo de vereador

Operação Patrola-II

Segundo o Portal Eder Luiz (http://www.ederluiz.com.vc/ ) na última Semana, o Ministério Público de Tangará protocolou 26 denúncias envolvendo ex-prefeitos e agentes públicos de municípios da Serra, Meio-Oeste, Oeste e Extremo Oeste Catarinense e que são investigados na segunda fase da Operação Patrola que recebeu esse nome apontar irregularidades nas atividades que envolvem o uso de maquinários pesados de propriedade do poder público.  Em Fraiburgo foi indiciado o ex-presidente da Sanefrai, Elói Regalin.  Até no momento, só sabemos que foi denunciado, os detalhes ainda não foram divulgados.  A expectativa da imprensa é que até no final do mês de setembro este processo esteja concluído.

Comícios

O que sempre foi uma tradição em Fraiburgo, os comícios com grande participação popular, agora com quatro candidatos dividindo os eleitores, parece não está acontecendo.  Até agora com exceção  do lançamento da campanha, em Fraiburgo nenhuma bandeira conseguiu fazer um comício com grande público.  Políticos atribuem essa dificuldade, a grande exposição eletrônica e a comodidade que esta plataforma oferece ao eleitor.  Parece que neste ano não poderemos usar os comícios como termômetro para aferir a popularidade do candidato, pois, a leitura ficará imprecisa.

Palpiteiros de plantão

Não falta em Fraiburgo palpiteiro de plantão fazendo lista de quantos votos cada coligação vai fazer.  Aliado a esta lista está os nomes dos prováveis onze eleitos na câmara municipal. De certeza apenas sabemos que três candidatos da majoritária e cem candidatos a vereador vão ficar de fora.  Haverá uma coligação eleita e onze representantes no legislativo.  Como tempero, o povo usa alguns indicadores empíricos: consideram que quem tem a “máquina na mão” não pode pontuar abaixo de 20%, muitos acreditam que quem foi candidato a deputado estadual e fez uma boa votação não pode baixar dos 20% que conseguiu naquele pleito.  Os que se dizem favoritos dizem que seu principal rival tem três dígitos a frente dos 20%.  A sabedoria popular fala em 15 % de indecisos, então com este quadro só posso dizer que será uma eleição “super apertada”, e que tudo pode acontecer, inclusive nada.

Mal entendido

Dois vereadores de Fraiburgo, de partidos diferentes, de coligações diferentes, conversavam esses dias sobre o quadro político atual. Dai um deles é candidato a majoritária, o outro curioso por saber das ações do colega da oposição com relação à manutenção do hospital da cidade, lhe perguntou: se eleito for qual será a posição de vocês com relação ao hospital?  Ele respondeu de pronto, o município não tem compromisso nenhum com hospital, isto é responsabilidade do estado, o estado é quem deve cuidar, e encerrou o assunto.  O outro vereador saiu dali, refletiu e comentou com outras pessoas, se eles ganhar vão deixar fechar o hospital.   Em pouco tempo havia uma conversa descontrolada do assunto.  No próximo encontro entre os dois rolou “um desconforto parlamentar” houve  falha de comunicação, pois comunicação não é o que você fala, mas sim o que o outro entende.

Muito obrigado

Quero aproveitar este espaço, neste conceituado veiculo de comunicação e agradecer a todos os meus leitores do blog (https://wcesarmalinoski.blogspot.com.br)  que ontem me honraram com a marca de meio milhão de acessos.  Considerando que escrevo colunas com teor politico,  para uma cidade pequena de 35 mil habitantes e que esta marca representa simbolicamente 14 vezes a nossa população.  Sinto-me feliz e com o sentimento de estar fazendo o meu papel de Jornalista, mas reconheço que sem o acesso dos meus leitores este serviço seria inútil.  Obrigado, meio milhão de obrigado.

Foi dada a  largada

Três dias depois de ser liberado as propagandas política, já podemos ver em redes sociais alguns candidatos mostrando a sua cara, suas propostas, sua coligação.  Uma fala comum é que 45 dias vai ser muito pouco para a tradicional visita de porta em porta.  Neste contexto as mídias eletrônica e impressas serão determinantes e podem suprir esta lacuna.  Candidato que tiver uma boa assessoria de imprensa  vai chegar com mais facilidade no eleitor.

Satisfação dobrada

O Vereador Josiel Nunes da Silva (PSC) relembra com grande satisfação que foi autor da moção número 43/2013  que solicitou a Reitoria da UNIARP – Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe e a reitoria da UNOESC – Universidade do Oeste de Santa Catarina estudos quanto a possibilidade de implantação de maior variedade de cursos superiores em Fraiburgo. Pediu  na moção cursos  como: de Direito, Agronomia, Nutrição e Psicologia etc. Recentemente o Curso de Direito inciou em Fraiburgo. Curiosamente Josiel se tornou um acadêmico e o vereador presidente da Câmara Oracir Ferreira de Deus (PP) se tornou o acadêmico mais idoso a frequentar a sala de aula. Vale a máxima: Quando você faz algo para beneficiar os seus semelhantes , acaba beneficiando você também.

Revendo conceitos

O Vereador Bazuca, que não vai ser candidato nesta eleição,  em nota agradeceu os seus eleitores e justificou sua decisão de sair momentaneamente da vida pública. Disse que sua decisão é de ordem familiar e profissional. Afirmou ter tido algumas decepções politicas embora considere este período de afastamento como propicio para reflexão. “Não estou abandonando a vida política, nem estou dizendo que nunca mais serei candidato, afasto-me para refletir e me preparar melhor e quem sabe retomar este caminho no futuro”. Finalizou o vereador.   

Eleições a vista

Ferrenho defensor do regime monárquico e crítico fervoroso da Revolução Francesa, o filósofo francês Joseph-Marie Maistre (1753-1821) escreveu seu nome na história ao lançar a expressão “cada povo tem o governo que merece”. Datada de 1811, a frase registrada em carta, publicada 40 anos mais tarde, faz referência à ignorância popular, na visão do autor a responsável pela escolha dos maus representantes. Contrário à participação do povo nos processos políticos, Maistre acreditava que os desmandos de um governo cabiam como uma punição àqueles que tinham direito ao voto, mas não sabiam usá-lo. Passaram-se mais de duzentos anos e a expressão do francês permanece atemporal por estas bandas.

Promessas à vista


No Brasil de democracia imatura e educação capenga, o voto ainda é definido pelo poder econômico e promessas bajuladoras totalmente descabidas feitas por candidatos visivelmente desinformados nas questões econômicas e sociais dos locais que pretendem governar. Por aqui se define voto também pela simpatia, crença, a boa oratória e o assistencialismo. Raros os que votam pela análise do passado, das relações interpessoais e do plano de governo fundamentado. O País que causou admiração da mídia internacional pela criação da Lei da Ficha Limpa, não tem punição para o político que, acometido do esquecimento conveniente, deixa de cumprir promessas e compromissos firmados com o eleitor.


Um momento de reflexão politica

Concordo com muitas das opiniões sobre renovação e mudança, mas assim é a realidade; é dura mas é real: "isto é o que temos para o momento". Quatro nomes e sub nomes que se dispõe a administrar nosso bem maior, a cidade. A disputa se reduz entre a turma do: Quero ressurgir das cinzas, Quero voltar, Preciso ficar, Quero uma oportunidade que não tive. Eu como Fraiburguense domiciliar tenho certeza que analisando as caracterizações que dei aos candidatos você encontre algum que dê concordância verbal a mudança que queremos.


Onde começa a nova revolução

Antes a revolução social começava nas ruas, durante os encontros, incentivado pelos comícios e através de grupos ideológicos, agora ele começa e acontece através das redes sociais. A dimensão que as redes sociais tomaram na vida do cidadão comum é algo que não podemos medir.  O que falta em Fraiburgo é uma mudança de atitude, o povo tem que se conectar nas redes sociais e começar a discutir mais os temas de interesse comum como: criação de novos empregos, diminuição dos impostos, prioridades para cada bairro, melhor logística de transporte público, maior transparência na aplicação do dinheiro público e etc. É necessária uma revolução na comunicação para que haja uma evolução social no nosso modo de vida.

Rasgando o verbo

Os que não gostam de política, costumam ser mandados pelos que gostam. A legislação não me permite rasgar a bandeira, rasgar a constituição, rasgar o título eleitoral, a única coisa que posso rasgar é o verbo. E assim mesmo há os que pretendem me calar. A ideia que faço dessa gente, que acham ter resposta para tudo é idêntico a um filho que quando perguntado se fala mal do pai, ele nega, mas confirma que fala mal da mãe, perguntado o que ele fala da mãe, ele diz “minha mãe não soube escolher marido”.   Diz-me que vantagem você perde, que eu te digo quem você defende.

Articulação Política

Quando escuto a palavra articulação várias coisas me vêm à cabeça: ponto de encontro de dois ossos: a articulação da anca, pronúncia dos sons: a articulação dos sons, expressão do pensamento: a articulação das várias partes do texto.  Quanto me refiro a “articulações políticas” fico pensando quais são os elementos que preenchem este requisito.  Tenho visto, assim como em nome de DEUS se fazerem coisas horríveis, também em nome da tal “articulação política” coisa hediondas. Há um mercado aberto para  tal, mas que deixam muitas sequelas.

Na ultima hora


Vai chegando à data de se definir os nomes de duplas majoritárias e a tensão vai aumentando. O PMDB fechou com o PSC do emergente vereador Josiel Nunes e de contrapeso com o desconhecido PTC que possui seis membros numa comissão provisória.  O PSDB do Tigrão Edi Lemos segue na pagina social anunciando que fechou com sete partidos: PR, PEN, PDT, PRP, DEM, PT e PV.  Apesar de ser um número expressivo de legendas e do PT não confirmar o apoio, não posso dizer que esta estratégia possa lhe render muitos votos e desbancar o favorito.  Claudete Geller PPS, com seu vice do PSD tem se esforçado para desvincular a sua imagem do prefeito Ivo Biazzolo. Juliano segue tentando provar a sua capacidade de articulação e terá que trazer de última hora um partido e convencer um a ser vice, senão sairá de chapa pura. Segue a dica divisão da oposição ao PMDB só interessa ao ex-prefeito Nelmar Pinz.

Boato

Um boato tomou conta da cidade de Fraiburgo, a informação dizia que o Pré-candidato do Partido Progressista Juliano costa havia desistido da eleição majoritária.  Juliano desmentiu a noticia e diz que está cada vez mais convencido de que deve continuar colocando o nome a disposição do partido.  O PP de Fraiburgo afirma que tem interesse em concorre na eleição majoritária e afirma que Juliano é o pré-candidato escolhido e que em hipótese alguma abre mão desta possibilidade.   Juliano enfatizou que nunca cogitou a possibilidade da desistência e que quem afirma isso deve ter algum interesse  direto na sua desistência. 

Surpresa

Não foi surpresa a escolha da Ex Secretaria de Educação Claudete Gheller Matias (PPS) como pré Candidata a Prefeita , mas confesso que me surpreendi foi na escolha do Radialista Julio Santos (PSD), como pré candidato a vice prefeito pois a concorrência era grande e não o via como favorito.    Segundo os organizadores, a chapa anunciada trará uma proposta de renovação na Política, já que são dois nomes novos que concorrem poderão dar uma oxigenação na candidatura. Comparando com as outras chapas pré anunciadas, é fácil perceber que nesta dupla não há nenhum que já foi prefeito ou vice e isso pode ser um diferencial,  porém PSD e PPS pertence a mesma base, o que é restrito e precisarão ampliar sua abrangência eleitoral. 

A aposta

O PMDB  que escolheu o ex-prefeito Nelmar Pinz (PMDB) como pré-candidato a prefeito e o Vereador Gabriel Fantin (PMDB) como pré-vice, são considerados pela opinião popular como favoritos na eleição.   Apesar de negarem, enfrentam  uma visível divisão de opinião dentro do próprio partido, agora podem ter a adesão do PSC liderado pelo vereador Josiel o que daria um equilíbrio e manteria este favoritismo mesmo com a suposta divisão interna.  Apostam  na saída de uma numero maior  de chapas o baixaria a média de votos e é interessante para candidatura de chapa pura. 

Em busca

O ex-prefeito e agora Pré-candidato a prefeito Edi Lemos (PSDB) tem utilizado uma linguagem, direta, simples e bem popular com o povo.  Seus apoiadores afirmam que ele não é  igual aos outros políticos, e o veem como  capaz de resolver todos os problemas  sociais da cidade  e  delegam pra ele um comportamento “carismático”,  por isso afirmam que seu nome cresceu.  Mesmo assim vem enfrentando dificuldade em conseguir um pré-candidato a vice,  até agora não foi registrado nenhuma tendência a respeito.  Edi segue tentando agregar outras siglas ao seu grupo, para os adversários seria voltar ao passado e negar as conquistas das ultimas décadas. 

Medalha Tiradentes

No município de Fraiburgo, segundo pesquisa de opinião pública realizada pelo instituto Tiradentes e apresentada no 105 Seminário Brasileiro, a população apontou o vereador Oracir Ferreira de Deus (PP), como a mais atuante, por sua excelente atuação parlamentar no ano de 2016.  A homenagem aconteceu nos dias 21 e 22 de Julho na Capital Florianópolis, no auditório do Hotel Castelmar na sala Franklin onde o vereador recebeu a Medalha Tiradentes “Colar de Ouro” por ficar em primeiro lugar na pesquisa. O vereador Rodrigo de Lara (PSD) recebeu a segunda indicação, a prata, e o Vereador Bazuca a terceira medalha, a de bronze.  

Saindo no auge

Vereador Bazuca bem cotado para uma reeleição reuniu os seus amigos, apoiadores e companheiros do seu antigo partido e também do seu partido atual e fez outro anuncio dizendo: “Não sou mais pré-candidato a  nada”, não coloco meu nome em nenhum projeto político daqui para frente.  Agora só vou cuidar de finalizar o meu mandato que vai até 31 de dezembro de 2016.  Neste processo de eleição Bazuca diz que ficará neutro e que não pretende defender bandeira alguma.  A decisão de Bazuca pegou de surpresa seus companheiros de partido e deixou até os adversários perguntando o que teria causado essa decisão tão intempestiva.     Bazuca durante a “janela de transferência” migou do PP  para o PPS, agora decide abandonar a militância partidária durante o início do processo eleitoral de 2016. Acreditamos que houve razões de ordem pessoal nesta decisão.

Cara nova na politica


Com o afunilamento dos prazos segundo a lei eleitoral, nomes e nomes se lançam para a disputa eleitoral, muitos velhos conhecidos outros nem tanto, e ainda vários marinheiros de primeira viagem. Ótimo para a democracia e claro para que os eleitores tenham oportunidades para escolher e se definir para os que melhor possam representar o povo no poder público nos próximos quatro anos. Um nome que está se disponibilizando no partido do PSC, como pré-candidato a vereador é o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do atual prefeito, o Sr. ORÉLIO LUIZ BEAL, Orélio com o era conhecido nos tempos de Fischer ou Beal como agora é chamado, se apresenta com toda sua experiência, dinâmica e vontade de trabalhar, primeiro para ter o nome legalmente homologado pelo partido, depois esperando ser merecedor da confiança dos eleitores.

O Fantasma do passado

Quando a campanha política municipal em Fraiburgo se aproxima tenho a sensação de estar vivendo uma situação que já vivi antes, é conhecida como déjà vu. É uma sensação bastante comum, estudos indicam que dois terços das pessoas já tiverem pelo menos um déjà vu na vida. A palavra déjà vu vem do francês e significa “já visto”. Nesta época aparecem os Jornais que durante quatro anos não circularam na cidade, os cabos eleitorais que até então moravam fora do município, o candidato maior retorna a morar na cidade, e os velhos assessores sonhando com um retorno triunfal ao antigo cargo. A história insiste em se repetir, os fantasmas do passado aparecem novamente.

Privilégio da mesmice

Como disse o presidente do Estados Unidos Barack Obama " Na vida e na política a ignorância não é uma virtude", mas, quando observo algumas articulações políticas em Fraiburgo quase me convenço do contrário.  Pessoas detentoras do poder de decisão, não decidindo, de executar, não executando, responsáveis por pensar o nosso futuro, não pensando.  E mesmo assim confortáveis com suas decisões.  Sistema está viciado e privilegia a “mesmice”.  Dizem: “o mundo sempre foi assim e vai continuar sendo”, mas este pensamento só interessa aos que dominam e são bem sucedidos não ao povo, embora eles dependam do seu voto para se manter sempre assim. 

Voltou à estaca zero

Como toda decisão polêmica ela causa uma ação e uma reação.  A desistência do atual prefeito de Fraiburgo Ivo Biazzolo (PSD) de ir a reeleição, causou um tumulto político entre os seus apoiadores.   No momento da ação ele desarmou as candidaturas de apoiadores com boas condições de serem eleitos, foi a volta à estaca zero. A reação, em um primeiro momento liberou uma corrida atrás de parcerias, depois apareceram novos nomes no partido para sucede-lo, embora essa atitude tardia pode ter feito o seu grupo perder o seu mais forte aliado o PPS que tem dois nomes fortes para a majoritária e busca compor com outra sigla.   Sem fazer juízo de valores essa atitude é no mínimo estranha e nos faz imaginar que faça parte de um compromisso antigo acertado na campanha de 2012.

Uma nova cara na política

Na sessão cara nova na política, anuncio a do empresário do ramo de aviamentos Marcelo Oliveira.  O jovem postulante quando usou a palavra numa reunião que continha cinco partidos e disse que era pré-candidato a vereador e arrancou aplausos.    Marcelo milita no Partido Social Cristão, membro do Lions Club e vem de família tradicional de comerciantes.  Disse: “Que se rendeu a política por que cansou de reclamar e não fazer nada, agora pretende ser pré-candidato para tentar fazer diferente”.  A esperança sempre se renova quando “caras novas” chegam e decidem colocar o nome a prova.  A decisão está tomada agora só falta correr atrás dos votos.  

PMDB e a chapa pura
O grupo do PMDB de Fraiburgo que prega ser o favorito em 2016, mas, que pesquisa dos adversários não confirma a supremacia, continua na mesma direção. Nelmar e Gabriel confiram a cada dia a solidez da sua dupla no sentido de longevidade da parceria.   Fontes informam que foi realizada uma reunião no inicio desta semana com a seguinte proposição: "devemos abrir o vice para outro partido?", dizem que dos reunidos está proposição ganhou um único voto.  Então ficou respondido aos que desejavam ter a vaga de "vice do PMDB" e que Gabriel está bem garantido na vaga, o partido respira ares de muita confiança, apesar da divisão indisfarçável.  
Eu já sabia
No começo do ano, iniciei minhas observações sobre o atual prefeito de Fraiburgo Ivo Biazzolo.  A intenção era constatar através do comportamento político se ele cumpriria a promessa de administrar a cidade somente por um mandato.  Ele nunca apresentou uma postura de quem estava construindo um "candidato novo", porém nunca reafirmou a sua posição de pré-candidato a reeleição.  Depois ao escolher Claudete Geller Mathias (PPS) e lhe dar o espaço necessário para se tornar seu sucessor à ideia ficou mais clara.  Em reunião partidária Ivo anunciou a boa nova: "Eu não vou à reeleição.."  Essa ideia desagradou aos mais próximos,  mas ascendeu as esperança de outros nomes, como  do vereador Bazuca que literalmente ressurge para o cenário e deve brigar pelo espaço novamente.
Sem Ivo o que muda?
Apesar das fontes insistirem que o prefeito Ivo deixou bem claro que desiste, mas, que não pretende negociar com nenhuma das três forças políticas de Fraiburgo: PMDB, PP e nem com PSDB.  O que nos faz concluir que tentará uma solução caseira dentro do PSD e PPS.   Apesar de toda população saber que ele tem uma divida moral com seu vice Juliano (PP), que durante a campanha foi um AMIGO DE VERDADE e contribuiu com muitos votos para sua eleição ele parece não querer retribuir o bem recebido e deve pagar o preço político dessa omissão.   O que muda?  Claudete é mulher, nunca foi candidata e tem boa estrutura para enfrentar a campanha o que é bom, mas, não detém o capital político relevante e terá que fazer muitos acordos para supostamente disputar bem a eleição. 
A Busca de um vice?
O vice-prefeito de Fraiburgo Juliano (PP) esta em busca de um vice e prefere mirar dentro de um grupo que detém em tese quatro mil votos. Este grupo foi apelidado de “BLOCÃO” composto pelos partidos (PSC, PR, PEM, PT) liderado pelo vereador Josiel Silva – PSC e pelo ex-vereador Litrinho (PR) que já se reuniram com o Tigrão (PSDB), depois com o Nelmar (PMDB), com o Ivo (PSD), e hoje estarão reunidos encerrando as conversações com a turma dos Progressistas (PP) lideradas por Juliano... Será que vai sair coligação?

Revendo os conceitos

Alguns políticos de Fraiburgo esperaram passar o período interno de seus partidos, quando foi definido os pré candidatos a majoritária para anunciar que estão revendo os conceitos e podem colocar seus nome a disposição, uns a reeleição e outros na tentativa de voltar a casa de leis.  No PMDB é o caso do Vereador Gerson que vai tentar a reeleição, no PPS do vereador Bazuca e  no PSD o ex-vereador Orli sestrem.  Todos diziam que não tentariam mais prolongar sua vida política,  mas por acertos com o partido são pré-candidatos de sua bandeira.

Velhas receitas, mesmos "remédios"

Isto é a política brasileira contemporânea: uma questão de evolução eleitoral.   A classe política brasileira adota a velha e conhecida receita romana do “pão e circo”.   Júlio César (100 a. C. - idem, 44 a. C.) Militar e estadista romano já na Antiguidade Clássica, dava aos mais famintos, que sempre foram os mais numerosos da população, os espetáculos no Coliseu, isso para saciar a mente; e pão para matar a fome. Desta maneira, a população não se rebelava contra seu governo.   Essa velha receita foi e é exercida ao longo dos séculos, sendo que a classe política brasileira, não poderia deixar de exercitar a sórdida, mais bem sucedida receita, chegando até aos dias atuais. 

Obras e mais obras

O que mudou foram apenas às atrações, na época de César, eram lutas entre gladiadores, além de corridas de bigas, na época contemporânea brasileira, além de investir na desinformação da população, há total incentivo ao carnaval, ao futebol e até pouco tempo atrás, aos famigerados “showmícios”. Além do mais passam três anos sem entregar obras e aquelas que vinham se arrastando coincidentemente ficam prontas sempre  próximas ao período eleitoral. Ontem ao escutar um eleitor balbuciar: “nossa como pareceu obras prontas em Fraiburgo”, como se os gestores tivessem sido eleito para fazer outras coisas e por sua bondade infinita fizeram as obras prestando um favor ao povo. Lembrando: estão sendo bem pagos o minimo que podem fazer é realizar algo.

Pedagogia da sedução


O brasileiro, criativo que é, para não plagiar totalmente Júlio César, inverteu algumas coisas. Enquanto em Roma se distribuía pão, no Brasil, há uma contradição: investe-se na fome da população, e não só na fome, “material”, mas também, na falta de políticas públicas sérias na área educacional.  Para se eleger, um usou o “Plano Real”, outro, a “Bolsa Família”. Para diversão, como em Roma, não falta não! É Copa do Mundo, Copa América, Corridas, Olimpíadas, Jogos de Inverno, jogos de Verão, festas juninas no lago,  Jogos da Seleção Brasileira de futsal, e agora logo logo entraremos no período eleitoral onde todas as técnicas da pedagogia da sedução são aprimoradas e  em aplicadas. Fique de olho e avalie qual vai ser o “mote” do seu candidato? 


Carteira de identidade


Nossa terra já teve vários títulos.  No passado Capital brasileira da maçã, depois Terra da Maçã, na atualidade quer ser a terra da beleza (Concurso de Miss), mas na verdade somos uma terra “sem identidade”, não conseguimos fazer o que Monte Carlo e Videira consegue, expedir uma carteira de identidade para seu cidadão.  Até quando teremos que esperar, se houver demora continuaremos a ser uma terra sem identidade.  Bem-vindo a Fraiburgo turista a terra sem identidade. 

 

Novidade

Cada vez que eu cito em minhas notas nomes de prováveis candidatos a prefeito de Fraiburgo (Pinz, Edi, Ivo, Juliano), ouço críticas de que só cito nomes que não representam novidades.   Antes de escrever refleti sobre esta questão e busquei um conceito para tal termo: “Qualidade do que é novo, primeira informação a respeito de um acontecimento recente ou que se ignorava”.    Observo no eleitor uma busca pelo novo administrador, pelo vinda do mágico, do transformador, daquele que com um toque de dedo transformaria toda cidade em ouro.  Porque a tradição é tão forte neste meio, porque temos medo de apresentar nomes novos e os nomes novos tem medo de se apresentar?  Como fazer a renovação sem alguém desafiar os “velhos nomes”, será porque só queremos ir com garantias plenas de vitória? E a construção do novo caminho como fica?   Se não desafiamos ficamos sempre com os mesmos. Pense nisso!

 

Devolução

Há nestas épocas de fervura política os que apontem para a teoria da conspiração.  Tem gente que jura que na última eleição, Pinz (PMDB) colocou todas as suas forças para ajudar na eleição de Biazzolo (PSD), adversário de seu partido e prefeito eleito em 2012.  Essa teoria não tem força somente entre os adversários, ela é muito forte dentro do próprio PMDB e principalmente nas alas que não tem simpatia pelo ex-prefeito e preferem outro nome diferente de Pinz para representar a agremiação peemedebista.  Então vou aumentar as linhas da teoria da conspiração dizendo: “Se estas afirmações forem verdadeiras e se o apoio do Pinz foi realmente decisivo na outra eleição, nesta nada mais justo do que Ivo Biazzolo retribuir o favor não sendo candidato e apoiando agora o seu maior rival”. Tudo não passa de pura especulação, mas que responde as lacunas da frase: não preste atenção no que dizem, preste atenção no que fazem.

 


Tempo é posto

Quis entender porque nos partidos e nas candidaturas “os mais velhos de partido” sempre tem o privilégio de ser os escolhidos.  Em uma indústria, no exército, quando os cargos (posto) são os mesmos os que tem mais tempo de serviço é quem dão a palavra final, ou tem status de mando. Percebi que militância política (Tempo de casa) também serve para isso, confere ao filiado mais antigo o direito de representar a sigla numa possível disputa. Esta é a explicação mais plausível do porquê Pinz, Edi, Ivo e Juliano são os mais indicados.  Aquele novato que deseja muito ser um candidato, apesar de bem qualificado, não tem partido, não tem militância, não tem tempo de serviço, não tem estrutura (Pessoal, Financeira), não construiu um caminho. Como fazer a renovação? Podemos votar em qualquer um contanto que sejam estes. 

 



Marcando presença

O Presidente da câmara municipal de Fraiburgo Oracir Ferreira de Deus (PP), compareceu na cerimônia de inauguração da SC 355 ocorrida dia 18 em Videira -SC.  Na ocasião fez questão de entregar em mãos um ofício ao Governador Raimundo Colombo (PSD) com solicitações de interesse do município de Fraiburgo.  O Governador foi pronto e nossa reportagem registrou o momento do encontro. 




Foi dada a largada

O Congresso criou a chamada "janela partidária da infidelidade", liberando o troca-troca partidário sem a perda de mandato por 30 dias. O prazo passa a contar a partir de 18 de fevereiro. Com a janela partidária, os deputados federais, deputados estaduais e vereadores poderão mudar de legenda sem punições até dia 19 de março.  Em Fraiburgo está neste momento havendo muitas conversações e tem político gastando os neurônios.  Nas rodas de conversas há muita especulações, a mais forte dá conta que o Vereador Bazuca hoje no PP pode sair e ir para PPS que compõe a base de sustentação do governo.  Bazuca não confirma, mas não nega.  Daqui para frente as tensões partidárias só vão aumentar.


Demonstrou Força

No dia 20 de Fevereiro de 2016 no salão da Igreja Católica do “bairro Bela Vista” em Fraiburgo os políticos nacionais e estaduais do Partido Progressista (PP) deram demonstração de organização e vontade política. Dentre as personalidades que se fizeram presente estava ícones do PP nacional como: o Deputado Federal Esperidião Amim, o Deputado Estadual Joarez Ponticelli o ex-deputado Hugo Biehl, e da casa estava o Vice-Prefeito Juliano Cesar, o presidente Câmara municipal de Fraiburgo Oracir Ferreira de Deus, o ex-vereador Osenir Ribeiro, vereador Bazuca e prefeitos e vereadores de toda região.  Segundo os organizadores o objetivo foi cumprido durante o 2 º Seminário Regional político, que foi aberto até para políticos de outras siglas. O PP está vindo com força e deve ter um crescimento acima da média, avalia o dirigente.



A Espera

A comunidade Fraiburguense está mobilizada desde abril 2011 solicitando a construção do prédio próprio da Escola Estadual no bairro São Miguel.   No dia 07 de abril de 2014 (portanto, há quase dois anos), o governador recebeu, o presidente interino da Assembleia Legislativa de Santa Catarina – ALESC, deputado Padre Pedro Baldissera, na oportunidade Colombo disse: “A partir de agora essa obra é uma das prioridades da Secretaria Estadual de Educação (SEE) e garanto que existem recursos financeiros para construir essa escola, conheço o bairro São Miguel de Fraiburgo, sei que é preciso uma escola estadual lá e vamos seguir acompanhando de perto esta questão”.  O Povo continua esperando a vinda da escola.  A paciência do maior bairro de Fraiburgo está se esgotando e pode se refletir nas urnas na próxima eleição. 

 

 Plantão Funerário

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Fraiburgo foi aprovado por 8 votos a favor com 2 votos contrários em sua primeira votação o PROJETO DE LEI Nº 2461/2016, de autoria do Vereador Gabriel Fantin e subscritos pelos vereadores da bancada de oposição, que “INCLUIU INCISOS NO ARTIGO 10, § 6º DA LEI MUNICIPAL Nº 2263, DE 23 DE OUTUBRO DE 2014”. Que na prática devolveu ao cidadão o direito de escolher com qual funerária quer que seu ente querido seja sepultado.  A decisão anterior de promover um “rodizio” entre as funerárias de plantão não agradou a população, que se organizou e pressionou a classe política para reformar a lei.  Os vereadores entenderam este clamor popular e aprovaram a reforma.

 

Medindo a febre



Depois de observar alguns movimentos políticos me convenci que teremos quatro nomes que deverão concorrer ao cargo de Prefeito em Fraiburgo.  Os nomes dos prováveis escolhidos são: Nelmar Pinz (PMDB), Ivo Biazzolo (PSD), Juliano Cesar Costa (PP), Edi Luiz de Lemos (PSDB).  Este quadro aguçou minha curiosidade e resolvi fazer uma enquete com 50 pessoas no centro da cidade.  Perguntei se os nomes fossem estes, qual teria a sua preferência? Obtive as seguintes respostas:  Nelmar recebeu 12 votos (24%), Ivo Biazzolo recebeu 7 votos (14%), Juliano recebeu 8 votos (16%), Edi Lemos recebeu 4 votos (8%) e não sabiam em quem votar 19 votos (38%). Sei que o universo pesquisado é muito pequeno e não há uma metodologia cientifica apropriada, mas serve como indicador empírico da intenção dessas 50 pessoas pesquisadas.  É claro que ao inserir os prováveis vices o quadro pode mudar de resultado. 

 

Boatos Eleitorais

Caminhando na cidade passei naqueles lugares que “formam a opinião”, alguns ligados intimamente a determinados pré-candidatos e fiquei surpreso com os boatos.  Apoiadores de Nelmar estavam aborrecidos com a possibilidade dele não ser mais pré-candidato, afirmaram que ele próprio havia dito que a família não quer mais que ele continue na política. Apesar de colegas do partido desmentirem a notícia, a tristeza dos cabos eleitorais me pareceu bem real.  Na contra mão está o atual prefeito Ivo Biazzolo que já deveria estar fazendo “o esquenta” tem falado que só queria um mandato e que vai dar suporte a outro candidato.  Numa conversa anterior Edi Lemos me confidenciou: “não tenho mais saúde para encarar uma campanha a prefeito”.  Então o que resta? Seria Juliano Cesar Costa (PP) o único convencido de sua posição? Afirmar o contrário pode a curto prazo inviabilizar a formação de grupos de apoiadores, candidato sem cabos eleitorais, já nascem derrotados.

 

 Aumento salarial

O funcionalismo público de Fraiburgo recebeu 11,31% de reajuste salarial a partir do mês de fevereiro de 2016.   Este índice apenas repõe a inflação mas é bem maior do que os 6,23% recebidos pelos funcionários da prefeitura de Videira que repetiu o percentual concedido no ano passado.  O Sindicato dos Servidores (SINTSER FBR) apesar de entender que a classe acumula muitas perdas considerou “bom” o percentual repassado em Fraiburgo.  O presidente do SINTSER disse que onde o sindicato atua e o servidores forem contemplado com um índice menor que a reposição da inflação a entidade irá buscar a diferença na justiça.  Diante da crise admite que aceita que a reposição seja feita de forma parcelada, mas jamais que o funcionalismo público fique sem nenhuma forma de valorização.

 


Reflexão de um eleitor

Está cada vez mais claro que no processo eleitoral em Fraiburgo, o grande desafio será escolher o “melhor” dentre as poucas possibilidades que naturalmente se apresentam. Em matemática aprendemos que quanto menor o universo de escolha maior será a chance de escolhermos errado.  O sistema imperfeito sempre nos direciona a indicar e escolher sempre os mesmos e esperar que eles façam diferente do que fizeram.  Poucas serão nossas opções: PMDB aponta para Nelmar Pinz, no PSD não há a confirmação de Ivo Biazzolo, de certo apenas que terão candidato majoritário, no PSDB Edi Lemos vem ganhando terreno e no PP Juliano Costa tem maioria no diretório e na executiva e deve ser indicado como candidato oficial.  Neste contexto numérico e sem saber seus vices a eleição se divide em partes iguais e incertas, digamos que tudo pode acontecer, inclusive nada.

 

Votar sempre nos mesmos

Como dizia Pedro Tadeu: “Porque vota o povo, que protestam que se manifesta, que se indigna, nos mesmos políticos e nas mesmas políticas contra as quais se insurge?” Porque é que os resultados eleitorais contradizem, sempre, o aparente sentimento popular? Porque é que o poder executivo é sempre entregue aos protagonistas circunstanciais do chamado "bloco central" ou sedimentados na "coligação de interesses" que gravita e vive do exercício “clientelar” do poder? Porque, só para dar um exemplo concreto, em classes profissionais como a dos professores, onde será difícil, depois da revolta e do aborto do processo de avaliação, encontrar um docente que fale bem dos três partidos dominantes, muitos votarão, na próxima eleição, num desses três partidos?

 

Eleger um sem pecado

Aos eleitores o sistema eleitoral, na prática (não na letra), só pede isto: a opção entre os partidos que se apresentam a votos para um ciclo de quatro anos de governação. Em face desse pedido, o que pode a maioria das pessoas perspectivar? Esperar eleger alguém, "limpo" dos "pecados" das anteriores governações, perene há muitos anos, e que radicalmente, em quatro anos, liquide a forma institucionalizada de gerir impostos e despesas, de distribuir e investir a riqueza do Estado e, ao mesmo tempo, saiba construir um novo sistema justo e claro? O receio de que uma ação radical desse tipo traga mais prejuízo que benefício é obviamente justificável. Resta a esses eleitores receosos optar pelo político ou grupo de políticos "menos mau". Eles sabem que em 1460 dias os eleitos com o seu voto não irão mudar o que é preciso mudar, mas, esperam, que alguns dos vícios conjunturais sejam corrigidos.

 

Votar no “menos mau”


Essa esperança, tão curta na ambição quanto é curta uma legislatura, será absolutamente sensata, nada tem de estúpida, mas criou o vórtice que nos afundou: essas políticas, erradas, foram no essencial, sucessivamente sem cessar, aplicadas com a legitimidade do voto popular. Ao fim de cada ciclo eleitoral torne-se sempre mais difícil reverter à situação e, perversamente, a posição dos que nos conduziram ao abismo saiu reforçada. E foi assim que chegamos, a votar de quatro em quatro anos, à crise de hoje, à crise filha do voto no "menos mau". Quer isto dizer que as eleições são más? Claro que não. O que isto quer dizer é, em primeira linha, que quem tem propostas alternativas para apresentar ao eleitorado tem de perceber este mecanismo e, se quiser ganhar eleições, demonstrar ao povo que, agora, no estado a que isto chegou, sensato mesmo é deixar de votar "no menos mau" e passar a votar no que realmente se acha bom.

 


Só depois do Carnaval

Em 2014 eu escrevi que nunca um triângulo diabólico foi tão intenso e estiveram alinhados, como estavam naquele ano: O amortecimento começava pelo carnaval e se estendia pela copa do mundo (Potencializado por ser no Brasil) e terminava nas eleições do alto escalão da política brasileira. Receita que não falha nunca, e continua atual algumas manobras que Maquiavel escreve em O Príncipe que são bem interessantes, como: "Dai aos súditos pão e circo, e desse modo poderás garantir mais tempo no poder". O alinhamento permite que o povo relaxe e se divirta com o carnaval, se o brasil "vencesse ou chegasse na final” a copa potencializaria o sedativo social e como agradecimento o povo manteria no poder os mesmos de sempre.  Agora em 2016 qual será o "Circo" e a quantidade de "pão"? Vamos agradecer pelo o que? Esta reflexão que vem tirando o sono de políticos e dos eleitores mais simples.

 

Crise de identidade

Atendendo a uma série de reivindicações (pressão) da comunidade e da classe política fraiburguense o serviço de emissão de carteira de identidade voltará a funcionar no município de Fraiburgo. Um convênio celebrado entre a Administração Municipal e o Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública – SSP/SC.  Pelo documento o município ficará responsável pela cessão do espaço e de servidor para atendimento. Por questões de acessibilidade o setor estará localizado junto ao escritório do Órgão Executivo de Trânsito de Fraiburgo – Ortfrai, na Avenida João Marques Vieira junto a Praça Gabriel Evrard.  O atendimento deve iniciar em breve e só depende da assinatura do convênio pela SSP/SC, cujo a documentação já foi remetida a Florianópolis devidamente assinada pelo prefeito Ivo Biazzolo. A velha receita onde o povo deve agradecer por um serviço que já tinha e lhe foi tirado.

 

Central de luto

Pela lei foi instituída uma Central de Luto a qual no município está localizada nas dependências do Hospital de Fraiburgo, e a partir de agora é a responsável pela organização do Sistema Funerário Municipal.   É da Central de Luto a responsabilidade de encaminhar à família enlutada, através de escolha aleatória, às empresas funerárias Concessionárias que prestarão o serviço. “Assim, alertamos à população que, em razão dessa regulamentação, em caso de falecimento os familiares devem dirigir-se a Central de Luto e não mais as funerárias. Tal medida vale inclusive para aqueles que possuem planos funerários”, explicou o responsável. Isto por que, é competência também da Central a emissão da guia para autorização para Liberação, Transporte e Sepultamento de Corpos e ainda a Guia para Prestação de Serviços Funerários a pessoas carentes.  A fiscalização dos serviços será de responsabilidade da Secretaria Municipal de Finanças. Segundo populares, a maioria pensa que tal medida fere o código do consumidor e impede a liberdade de livre escolha.  Esta medida que tem gerado polêmica e ainda vai demorar na prática para ser bem conduzida.

 

Eleições a vista

Nas conversas de boteco muito se fala nas possíveis candidaturas ao governo municipal de Fraiburgo em 2016.    É claro que surgem muitas brincadeiras e aconteceu uma que merece registro.  Lá pelas tantas os inúmeros “analistas” fizeram uma proposição:  classificar os quatro candidatos que na opinião deles se destacam e nomeá-los com sua principal caraterística psicológica.  Descreveram um candidato OTIMISTA, um OPORTUNISTA, UM SEM FUTURO, e um EGOÍSTA.   Todos possuem qualidades boas e qualidades ruins e assim conceituaram: o otimista atropela o planejamento e pula de cabeça na eleição, o oportunista espera que tudo dê errado aos outros e a eleição caia no colo dele, já o sem futuro, nada se pode esperar a não ser o tempo passar para ver que nada aconteceu.  Com o egoísta faz jus a máxima; “aos amigos os sabores da lei e aos inimigos os rigores”.   Seria cômico se não fosse trágico, esperar que candidatos com outras características surjam é o mesmo que acertar as seis dezenas da loteria.



 

Nova presidência

A Câmara Municipal de Fraiburgo tem novo presidente, desde o dia 1º de Janeiro de 2016 o vereador Oracir Ferreira de Deus (PP) substituiu o vereador Gerson de Matia - Cersão (PMDB) e responde pela condução da casa de leis.  O fato que merece este registro e que ficou marcado de forma muito positiva, tanto para os dois políticos, quanto para os dois partidos é: “Palavra dada, palavra cumprida”.  Estamos cheios de exemplos de políticos que dera sua palavra e depois de eleitos ou empossados não as cumpriram. 

 

Crise

A crise sempre existiu.  As vezes a crise não é para todos, ela se apresenta de forma mais acentuada para alguns. Porém a base da pirâmide humana é quem sofre mais, aquele que só tem a força de trabalho empregado ou desempregado é o que mais sente os efeitos.  Os que detém o capital ou aquele que pode da noite para dia criar mais um imposto ou com um simples clique do mouse retirar seu capital de um investimento e levar para outro, a crise nunca existirá.   Servirá apenas de ferramenta para criar outras oportunidades.

 

Fundo do poço

No ditado popular quando dizemos que estamos no fundo do poço, queremos dizer que perdemos tudo, aliás que não há mais o que perder.  Porém usando a mesma figura de linguagem: “só somos capaz de enxergar o lodo, o lixo que há no fundo de um lago, quando o nível dele está bem baixo”.   Nas épocas de cheias (Fartura) nunca enxergamos o seu fundo, nunca vemos os problemas com clareza.  É necessário enxergar e tocar no lodo, para que surjam novas ideias, seja ela de limpeza, de prevenção, de inovação, de novas oportunidades.  Portanto, citar, falar, reclamar, culpar, reverenciar a CRISE é improdutivo.  Tirar dela a SOLUÇÃO é racional.  Na crise enxergamos onde erramos, onde não devemos insistir e onde gostaríamos de chegar.

 

Politica
Chegou o tão sonhado ano de 2016.  Um ano de eleições, um ano onde a mágica acontece.  Nas próximas edições farei intervenções quase cirúrgicas dos bastidores políticos de Fraiburgo. Vou contar todas as novidades e tentar prever o comportamento dos candidatos e as tendências da opinião pública.    Finalizando esta nota faço uso da frase de Paul Valéry: “A política foi primeiro a arte de impedir as pessoas de se intrometerem naquilo que lhes diz respeito. Em época posterior, acrescentaram-lhe a arte de forçar as pessoas a decidir sobre o que não entendem”.
  


Reflexão Natalina

Será que o Natal precisa ser sempre assim: correria e estresse o tempo todo? Que tal mudar o jeito de celebrar a data e tornar as coisas mais leves e simples? Abrir mão do consumismo que tem norteado a data de maneira feroz pode ser um passo para a mudança.   Nada de presentes caros: Experimente trocar cartões artesanais, com mensagens escritas por você mesma. Um presente personalizado tem sempre um toque especial e promete comover quem recebe. Doe brinquedos usados: Aquele brinquedo que seus filhos deixaram de lado pode fazer a alegria de uma criança carente. Então junte os que ainda podem ser aproveitados, faça um embrulho bem bacana e leve a um orfanato. Se possível, leve seus filhos juntos para participarem da entrega.  Decore a Árvore de Natal com coisas comestíveis: Na noite de Natal enche sua árvore de guloseimas, de frutas a saquinhos de doces. Depois da meia-noite, tire as delícias da árvore e distribua entre os familiares. É uma forma de dispensar as sobremesas sofisticadas e trabalhosas.   Deixe o cardápio mais saudável: Não tem nada de mais dar uma inovada no que será servido na noite de Natal. Então privilegie o que há de mais natural e saudável, afinal estaremos no verão! Monte saladas variadas e faça sobremesas com frutas.  Participe de uma novena de Natal: Prepare-se espiritualmente para o nascimento do Menino Jesus. Você pode reunir os vizinhos para fazer a novena ou participar das que acontecem dentro das igrejas. Os livrinhos você encontra facilmente nas igrejas ou livrarias.  Visite um asilo: Os idosos costumam sofrer demais nessa data, porque muitas delas já passaram diversos natais com a família e agora estão sozinhos. Escolha uma dessas instituições e doe seu abraço e seu ombro amigo. Esses gestos farão uma diferença enorme para essas pessoas.

 

Pedaladas do Pedro

Parabéns ao meu amigo Jornalista Pedro Lopes que saiu de Fraiburgo dia 14 de dezembro com sua bicicleta, rumo em um primeiro instante a cidade de Aparecida do Norte -SP e na volta participará da corrida de São Silvestre em São Paulo.  Calcula-se que ele conseguirá fazer este percurso em 15 dias.   Ao longo destes dias ele deflagrará uma campanha de DOAÇÃO DE ÓRGÃOS (Medula óssea) e passará por inúmeras cidades deixando sua mensagem.     Pedro Lopes enviará pelas redes sociais vídeos e fotos de sua jornada e a imprensa regional estará divulgando com frequência a sua odisseia.  No ano passado (2014) Pedro realizou a campanha PAZ NO TRÂNSITO que teve boa repercussão nos meios de comunicação nacional.  Esperamos você nos primeiros dias do ano novo.

 

Dependência

Esta semana a justiça determinou que o principal aplicativo de “comunicação social” WhatsApp ficasse 48 horas fora do ar.    Só assim compreendi o que quis dizer o escritor Millôr Fernandes: “O importante é ter sem que o ter te tenha”.  Percebi a dependência que muitas pessoas tem do celular e desta ferramenta. Acessar a internet é algo tão corriqueiro quanto, digamos, apertar o botão do controle remoto para ligar a televisão ou atender o telefone, certo? Mais ou menos. Como em qualquer atividade que dá prazer, é preciso muito cuidado, pois o risco de se viciar é enorme. Assim como outras dependências — álcool, drogas e jogos — a ‘netcompulsão’ pode tornar a pessoa refém e, por tabela, fazê-la perder o controle da própria vida.    Tivemos 48 horas de reflexão, espero que a dependência diminua para a saúde da nossa mente.

 

A espera

Um filme que fez muito sucesso foi: “A espera de um milagre”.  Conversei esta semana com o vice-prefeito de Fraiburgo e a sensação que tive foi à mesma de quando assisti ao filme.  Explico: Juliano preocupado com as despesas do executivo municipal e com a dispensa de alguns secretários protocolou há uns dois meses o pedido de uma secretaria ao prefeito Ivo Biazzolo, já que ele recebe como vice-prefeito, ocuparia a secretaria e economizaria o salário de um secretário, em tese estaria ajudando na economia.  Agora se coloca no “lugar” do ator do filme, esperando um milagre.  Até agora não recebeu nenhuma resposta. 

 

Lombadas

Diz a cultura popular que se conhece a educação de um povo pelo número de lombada da sua cidade.  Referem-se à educação no trânsito e a forma como os motoristas se transformam ao pegar o volante.  Recentemente essa discussão aflorou na câmara municipal em Fraiburgo e em um segundo momento lá na UNOESC com o secretário de infraestrutura do estado.  Nada contra lombada, mas em pleno “mundo digital” que vivemos e no auge da indústria da multa ainda insistimos em criar obstáculos que podem em determinadas situações acelerar acidentes.  A propósito em Fraiburgo a maioria delas estão fora de padrão, basta  medir a altura e largura sem falar na sinalização.  Vereadores que fazem indicação de lombada são alvos de criticas nas redes sociais.

  
Cultura

Matriculei minha filha de nove anos  nos programas oferecidos pelo departamento de cultura de Fraiburgo.    Sem fazer juízo de valores e até porque ela gosta muito de participar do teatro, artesanato, pintura e dança e sob a ótica dela ela é sempre bem atendida.  Mas ao decorrer dos meses houve uma diminuição de professores, motivados por pedido de demissão.  Semana passada, já atendendo apenas uma vez por semana, fui surpreendido por uma informação, ela entrou de férias quase um mês antes por falta de instrutores.  Quase todos os instrutores resolveram pedir demissão e saíram tentar outros empregos.  A diretora me informou que no ano que vem tudo voltará ao normal, embora NORMAL seja uma questão de ponto de vista.

  

Derrubou-se o veto

O Aprovado por oito votos a favor e dois contrários em sua única votação o Projeto de Decreto Legislativo nº 16/2015, que dispõe sobre o veto parcial do Prefeito Municipal ao projeto de Lei complementar nº 212/2015, em tese foi um recado do legislativo aos ataques infundados feitos pelo procurador geral do município Elton Borrachini através da radio, incluindo no pacote dois votos da base de apoio do governo feito pelo vereador Chiquinho do hospital e do vereador França que tiveram amplo apoio de populares no seu voto.  A comunicação entre o executivo e o Legislativo está tendo alguns “ruídos” o que impede que os poderes distintos façam força para o mesmo lado.  Biazollo começou seu mandato com maioria na câmara, depois perdeu apoio e ficou com apenas quatro votos e nessa última fase recebeu apenas dois votos.   Será que aqui a minoria é que está com a razão?

  



PROTESTAR SEMPRE

Num país como o nosso, tão calejado pela ideia de que a política é um ente de transformação saudável para a sociedade, não raramente nos decepcionamos nos indignamos e nos sentimos agredidos com o descaso e o despreparo dos homens públicos – especialmente quando esperamos que as respostas estejam nos partidos, nos políticos, nas regulações, no governo.   Passa ano, entra ano, são obras que nunca chegam melhorias que pouco avanço dinheiro que muito some. Em nome de toda essa dor, reuni e descrevo a seguir três momentos em que o povo protestou no voto.

 

O MAIS VOTADO

Nós já elegemos animais. Começou em São Paulo, nos idos de 50, numa época em que a eleição ainda era realizada com cédulas de papel. Como forma de protesto (pois é, parece que a população já andava na bronca com os políticos naquela época), 100 mil eleitores votaram no Rinoceronte Cacareco para vereador de São Paulo, em outubro de 1959. O animal foi o candidato mais votado do pleito (o partido mais votado não chegou a 95 mil votos). Cacareco ganhou destaque na imprensa após ser emprestado por seis meses pelo Rio de Janeiro para a inauguração do Zoológico de São Paulo. Do estrelato às urnas foi um pulo.

 

MEDALHA DE BRONZE

Décadas depois, nos idos de 80, o jornal “O Planeta Diário” e a revista “Casseta Popular” – da trupe que fundaria o Casseta & Planeta – lançaram no Zoológico do Rio de Janeiro, a candidatura do chimpanzé Tião à Prefeitura da cidade. Estima-se que o Macaco Tião tenha “recebido” mais de 400 mil dos votos dos eleitores, alcançando o que seria equivalente ao 3º lugar na corrida, de um total de 12 candidatos. O feito colocou Tião no Guinness World Records como o chimpanzé que recebeu o maior número de votos no mundo, todos devidamente anulados pelo TRE.

 

MOSQUITO  ELEITO

Ainda nos anos 80, com um surto de dengue na cidade de Vila Velha, no Espírito Santo, moradores encontraram um jeito irreverente de protestar contra as autoridades: votando em massa num mosquito para o cargo de prefeito. Ao todo, “mosquito” foi escrito por 29.668 eleitores nas cédulas eleitorais – enquanto seus principais adversários, humanos, receberam 26.633 e 19.609 votos, respectivamente. Todos os votos para o mosquito também foram anulados. De qualquer forma, com um tempo de vida médio que não ultrapassa os 45 dias, não haveria a menor possibilidade de ele permanecer vivo até a cerimônia de posse.

 


A Palestra

A palestrante completou o caminho de Santiago de Compostela e percebeu muitos detalhes que fazem toda a diferença na vida pessoal e profissional. Como o exercício da simplicidade, da humildade, da solidariedade, do respeito ao outro, o que colocar na mochila e o que tirar dela, até onde vai o físico e onde é a determinação que comanda. Vai falar das histórias das pessoas que “coincidentemente” passam no dia a dia do nosso lado, onde todas deixam algo e levam algo. Cada desafio vivido faz brotar a essência do que somos. Na PALESTRA será servido também um café e serão compartilhados os aprendizados da jornada de 900 km de caminhada, que junto aos conhecimentos do Coaching permitem transformar nossos sonhos em projetos e por fim realizá-los.  Dia 27/11, às 20 horas no Aroma’s – Hotel Fraiburgo, informações com Izaíra Foresti (49 9955-5095) e no salão Beleza Pura (3246-7772) em Fraiburgo.

 

Escola 25 de Março

Dia 16, o deputado federal, Pedro Uczai esteve na EEB 25 de maio, localizada no assentamento Vitória da Conquista, na Linha Faxinal dos Domingues, em Fraiburgo, para a legitimação da entrega da emenda parlamentar, no valor de R$ 200 mil reais. O Secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Dorival Carlos Borga e a gerente de educação, Rita de Cássia Soares, a Secretaria de educação de Fraiburgo Claudete Geller Matias, o vereador do PPS Francisco Maciel da Silva estiveram prestigiando o evento. Os recursos serão destinados para melhoria na infraestrutura da unidade de ensino. Vale registrar que foi um encontro suprapartidário onde os discursos convergiram para a produção de conhecimento na agricultura.  PT, PSD, PPS estiveram assim de mãos dadas e fizeram a alegria daquela comunidade nesta manhã.

 

Morte prematura

O Físico Einstein costumava dizer: “O inteligente resolve problemas, o sábio se previne deles”. A morte de um menino chamado Weslley Mailon Antunes Candiago de apenas 12 anos vitima de atropelamento no centro de Fraiburgo no dia 14 reabriu a discussão sobre segurança na travessia de pedestres na estrada que corta a cidade de Fraiburgo ao meio.   Registramos muitos acessos em nossa página eletrônica e recebemos muitas mensagens, algumas com severas criticam pela forma que a imprensa tratou as imagens do acidente.  Porém ao invés de tentarmos sufocar e negar a realidade é preciso com urgência discutir estratégias e ações que evitem que outras pessoas percam a vida pelo mesmo motivo e nos mesmos locais.

 

Teatro Demoley


Assisti dia 14 de novembro na câmara municipal de Fraiburgo a peça teatral com o ator John Vaz em: Jacques De Molay - O Fim Da Ordem Do Templo. Espetáculo teve a sua estreia em 2010 na “sede da Loja Maçônica Vigilância N. 1 de Niterói RJ”, e já foi encenada em diversos Congressos Estaduais Demolay e também no CNOD Fortaleza 2014. O espetáculo foi apresentado em 35 cidades, 12 Estados brasileiros. O evento nas cidades é organizado pelos Capítulos Demolays, Lojas Maçônicas e Pronaos Rosa Cruz. Mais de trezentas pessoas assistiram ao espetáculo em Fraiburgo e Jonh Vaz prometeu voltar no ano que vem com a obra Inconfidência Maçônica: Revolução Francesa a Inconfidência Mineira. Foi sem dúvida um ótimo espetáculo, parabéns aos patrocinadores e organizadores.

Greve dos transportes

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) aplique multas e, se necessário, use a força para desobstruir rodovias bloqueadas por caminhoneiros do Comando Nacional do Transporte, entidade criada no ano passado à revelia dos tradicionais sindicatos da categoria. O ministério considera baixa a adesão às manifestações, mas entende que não pode tolerar bloqueios e arruaças. A avaliação do governo é que os protestos teriam como objetivo provocar desabastecimento de alguns produtos em determinadas regiões e, com isso, desestabilizar o governo. O item número um da pauta dos manifestantes é a deposição da presidente Dilma Rousseff.  Vale lembrar que o Brasil optou por “extinguir os trens” e concentrou os transportes por vias rodoviárias, sem ter a infraestrutura adequada (estradas) e com uma voracidade fiscal elevada inviabilizou todo o sistema.  Resultando em cobranças de impostos altos, combustíveis caros e um sistema de transporte ineficiente. Nos dois casos, com greve ou greve quem fica com prejuízo social é o contribuinte, o povo mais simples.

 

Formatura

Participei  na quarta feira a noite de uma formatura de um curso técnico de vendas promovida pelo CDL de Fraiburgo,  SINCOF – Sindicato do comércio e  Centro de educação SENAC de Videira.  O evento aconteceu no Steiner Park e contou com diversos segmentos da sociedade. Quero registrar a minha satisfação de ver empresários bem sucedidos fazendo uma reciclagem intelectual.  Todos querem atingir o status de “bem sucedido”, porém para isto acontecer é preciso sai do lugar em que estamos, é preciso buscar um diferencial, é preciso investir e se apropriar de novos conhecimentos.  Parabéns aos 15 formandos que durante quatro meses fizeram uma intensa participação.  Quem ganha com isso é a sociedade organizada.

 

MG-Motos

O empresário Valdir Ricardo popularmente conhecido como maçaneta, proprietário da empresa MG motos, após trabalhar mais de 20 anos nesta atividade resolveu expandir sua empresa.  Reformou uma propriedade e construiu outra boa parte dela e dia 07/11 inaugurou mais de 320m² de Loja, oficina e estoque. A nova loja se localiza na Avenida Caçador 168 em Fraiburgo –SC. A empresa mantem uma equipe formada por oito colaboradores, Ricardo, Angélica, Jonatham, Bruna, Franz e Kauã e oferecem motos novas e usadas, peças novas e usadas e uma loja completa de produtos e subprodutos relacionados à atividade motociclista. Na visão do empresário não existe crise, pois a crise cria muitas oportunidades.

  

30 anos depois


A comemoração de aniversario e Reinauguração aconteceu dia 07/11/2015 durante o dia todo, Fundada em 1985 a empresa comercializa instrumentos musicais, joias, relógios e óculos. Aconchegante e com visual agradável a Ótica Tic-Tac deu um upgrade em sua loja, investindo em conforto e no design para tornar o atendimento ainda mais especial. Sempre preocupada em atender às necessidades dos clientes, investe constantemente na modernização dos aparelhos, na capacitação dos funcionários e na venda de produtos de qualidade e de renome no mercado nacional.   E para oferecer conforto com a mesma qualidade em produtos.  Enquanto muitos enumeram as razões para encerrar as atividades, outros dão exemplos, se reinventando mesmo depois de conquistarem o status de bem sucedidos.  Parabéns aos empresários que adotam esta postura, isto fará que a CRISE seja só uma mera lembrança. 

  

Ampliando território

A diretoria do SINTSER FBR e seu presidente Sighard Seidel tem se desdobrado com uma agenda intensa de reunião nos municípios vizinhos que compõe a antiga base territorial. Agora entra no planejamento da entidade uma agenda de visita a todos os prefeitos das novas 15 cidades que legalmente fazem parte do plano de expansão. Foram incorporadas as seguintes cidades: Abdon Batista, Arroio Trinta, Brunópolis, Calmon, Frei Rogério, Ibiam, Ibicaré, Iomerê, Macieira, Matos Costa, Pinheiro Preto, Salto Veloso, São José do Cerrito, Treze Tílias e Vargem.  Vale registrar que Fraiburgo, Lebon Regis, Monte Carlo, Rio das Antas e Tangará o trabalho se encontra bem adiantado, e que todos estes municípios ficarão sob a tutela da sede em Fraiburgo. 



Arrecadar sempre

Nem bem acostumei com a ideia de que extintor em carro seria facultativo já vi circular na imprensa uma matéria contrária.  A obrigatoriedade de uso dos extintores de incêndio em veículos pode voltar. Está para ser votado no plenário da Câmara Federal requerimento de urgência ao projeto de decreto legislativo (PDC 234/2015), do deputado Gonzaga Patriota (PSB/PE), sustando a decisão do Contran que tornou facultativo o uso do extintor de incêndio para os automóveis de passeio.  O deputado Heitor Schuch (PSB) critica a proposta, argumentando que na maior parte do mundo já é facultativo o uso do equipamento e o que deve estar pesando mais nesse caso é o lobby das indústrias. “Hoje em dia a exigência serve mesmo é para gerar multa e aumentar a arrecadação”, afirma.  Arrecadar sempre. 



Justiça fiscal


O que a sociedade necessita é um sistema tributário que arrecade o suficiente para que o Estado tenha condições de prestar serviços públicos de qualidade e que possa fazer investimentos, em especial, em infraestrutura. Que a legislação seja mais simplificada, que a quantidade de tributos seja bem menor que a atual, que a carga tributária não seja tão elevada, que a burocracia fiscal não consuma parte significativa do faturamento das empresas, que não exista tributação em cascata e que os princípios constitucionais sejam respeitados. Enfim, um sistema tributário em que exista justiça fiscal.  Não se pode deixar de lembrar que se faz necessário, também, uma melhor gestão dos recursos públicos. Pois sem uma adequada gestão, os recursos provenientes dos contribuintes serão mal aplicados ou desviados.

 


Reconhecimento chegando

Com 60 votos favoráveis e apenas 4 contrários, a PEC 33/09, que restabelece a exigência de diploma de curso superior em Jornalismo para o exercício da profissão de Jornalista foi aprovada no Senado nesta terça-feira (7/8). “O Senado mostrou sintonia e sensibilidade com o desejo da sociedade e dos jornalistas pela qualificação e valorização do jornalismo”. A emenda terá ainda de ser votada em primeiro e segundo turno na Câmara dos Deputados. Por se tratar de uma proposta que modifica a Constituição, na hipótese de passar por todas as etapas no Congresso e vir a ser posteriormente sancionada pela presidente da República, a medida passa a vigorar, mesmo com a decisão anterior do Supremo, contrária à exigência.

 

PEC 33/2009 Explicação da Ementa:

Acresce o art. 220-A a Constituição Federal para dispor que o exercício da profissão de jornalista é privativo do portador de diploma de curso superior de comunicação social, com habilitação em jornalismo, expedido por curso reconhecido pelo Ministério da Educação, nos termos da lei. Trata, no parágrafo único do mencionado artigo, que a exigência do diploma a que se refere o caput é facultativa: ao colaborador, assim entendido aquele que, sem relação de emprego, produz trabalho de natureza técnica, científica ou cultural, relacionado com a sua especialização, para ser divulgado com o nome e qualificação do autor; aos jornalistas provisionados que já tenham obtido registro profissional regular perante o Ministério do Trabalho e Emprego.


PMDB de Fraiburgo

Foi sem duvida uma grande demonstração de força e de organização a convenção realizada pelo PMDB de Fraiburgo no domingo dia 25, cerca de mil pessoas passaram pelo o evento.  O curioso que até filiados de outros partidos participavam como observadores.  Ficou bem sublinhada a divisa das duas alas que no final acabou por montar um diretório de consenso.  A Chapa 1 venceu a luta numérica e conseguiu eleger a presidência do partido que ficou com Marta Back,  porém a chapa 2 marcou bem sua posição e ficou muito bem representada na executiva com a vice-presidência  do vereador Juca Chechi  e com os convencionais  Ivonei Gomes dos Santos e Júlio Legnani e Claudinei de Oliveira.  Agora começa outra etapa muito mais sensível que só deve ser divulgada nos primeiros meses do ano que vem,  quem apoia quem?

  

Depois da convenção

O que me chamou a atenção com relação aos resultados da convenção foi que os dois lados que visivelmente disputavam o controle do partido saíram contentes.  Um lado porque manteve vantagem numérica, o outro lado por que: pode segundo eles em nota: “estamos felizes, pois atingimos nosso objetivo, quando formamos nossa chapa a intenção não era outra se não propiciar a participação de todos os filiados na nossa convenção e dar o direito deles poderem manifestar a sua opinião, mostramos a força do PMDB de Fraiburgo onde tivemos a participação de 587 filiados, coisa que historicamente nunca tinha acontecido nas convenções”.   Sendo assim como diz o ditado popular que “as aboboras se ajeitam no andar da carruagem”, considero que por um período agora a paz vai prevalecer.


E as definições?

Assim que terminou a convenção muitos palpiteiros de plantão (amadores e profissionais) saíram dizendo que o PMDB já teria definido seu candidato.  Estudei todas as possibilidades e não entendi desta forma.  Vou me colocar nesta lista de palpiteiros e digo o seguinte: ”são 45 votos dentro do diretório e 15 membros foram indicados pela chapa2 e 30 membros indicados pela chapa1 em função de terem tido mais votos dos filiados. Porem na chapa 2 existe um nome de consenso e na chapa1 em minha opinião há pelo menos 4 nomes com condição de ser indicados como candidato na majoritária: Cersão, Gabriel, Marta e Pinz e sabemos que cada membro deste tem seus apoiadores e podem ter até mais nomes que eu não citei, tudo é uma questão matemática, divida 30 em quatro e alguém vai acabar precisando do apoio da chapa 2 para ser declarado candidato”.  Conclusão não há unanimidade no PMDB Fraiburguense, senão não teria havido disputa, não há ainda consenso na chapa 1 e quem for mais hábil no convencimento e nas negociações internas pode surpreender  e ser nomeado o grande “Papa”, só estou aguardando a fumacinha branca.

 

Assim é o PMDB


A vitória mais difícil é saber perder. A pessoa que perde e não desanima que não perde a garra e o entusiasmo, é a verdadeira vitoriosa, porque possui, em seu íntimo, a coragem e a dignidade que, um dia vai lhe levar a conquistar aquilo que almeja. Saibamos reconhecer nas derrotas um motivo para procurar cada vez mais ir à busca da vitória!  Parabéns guerreiros vocês fazem parte da minha vida e vamos continuar nos organizando e nos reunidos, pois a eleição vem aí e temos que eleger os nossos vereadores por isso vamos ficar juntos. (Nei)

 

Avançar sempre

Em edições anteriores eu anunciei que o SINTSER  FBR ,  sindicato que representa a classe dos trabalhadores no serviço público municipal  havia solicitado dentro das formas legais a jurisdição de mais 15 municípios.  Depois informei que os órgãos competentes abriram prazo para contestações.   O direito só estaria sacramentado depois de decorrido o prazo contestatório e a publicação no diário oficial da união.   Com imensa satisfação informo que o texto foi publicado e o direito de representar a classe nestas novas regiões foi garantido.  Na próxima edição publicarei uma matéria com todos os detalhes.  Parabéns ao presidente Sighard Seidel e sua diretoria que não mediram esforços para conquistar estes territórios. 


Termômetro ligado

O maior partido de Fraiburgo em números absolutos (PMDB) ligou nesta semana o termômetro das eleições de 2016.  Convocou os filiados para dia 25 no salão da Igreja Católica do bairro São José, votar nas eleições internas.  Neste encontro, dividido por duas alas bem definidas, sairá os membros do diretório, da executiva e o presidente do partido.   Pode parecer redundância, mas a partir destas definições e que a temperatura politica subirá, inclusive é após este resultado que outros candidatos iniciarão suas estratégias.  Diz o ditado popular: “No andar das carruagens, as abóboras se ajeitam”, portanto tem muito partido esperando saber quem será o ESCOLHIDO do PMDB para decidir se escolhem um SANSÃO ou um GOLIAS como adversário.  Dizem os boatos, se PINZ ganhar no PMDB o candidato do Ivo Biazzolo - PSD não concorrerá.  Se isto for verdade fica a dúvida, se une ou entrega sem lutar?

 


Homenagens

A Câmara Municipal de Fraiburgo tem tomado o cuidado de Homenagear pessoas que fazem na prática o município se desenvolver.  Na 32ª sessão ordinária foi entregue um titulo de empresária emérita de Fraiburgo à estilista de alta costura Neusa Ana Cervelin que com seus trabalhos tem levado o nome de Fraiburgo pelo estado a fora.  Neste Sábado (24) a partir das 19 horas a empresária promove no Clube Fraiburguense um desfile, sem fins lucrativos, com suas criações, evento que deverá reunir interessados do mundo da moda.  Entre os convidados, pessoas ligadas ao concurso Miss Santa Catarina e a Jornalista especialista em Modas Lidiane Catani e editora da revista IDEIA da cidade de Caçador.  Faça um esforço e prestigie este evento, vamos provar que “santo do lugar também faz milagres”.  

 

Contribuição


Na tarde de terça-feira, dia 20, o Secretário Regional, Dorival Carlos Borga, esteve assinando a ordem bancária de pagamento de mais de 200 mil reais, para as prefeituras de Iomerê e Fraiburgo. A assinatura ocorreu no gabinete do prefeito Ivo Biazzolo.  O convênio assinado com a Terra da Maçã é destinado à recuperação e alargamento das estradas vicinais. O montante repassado é de R$ 150 mil reais, destinado à conservação dos principais trechos, por meio de serviços de moto niveladora, limpeza de valas, reposição de cascalhos em pontos vulneráveis e recompactação do leito.  O secretário regional Dorival Carlos Borga, reforçou que é uma importante contribuição do Estado “O município de Fraiburgo possui uma vasta área de estradas vicinais e um trabalho intenso na área primária e por meio de convênios como esses é possível contribuir com o município”.  Vale lembrar que muitas fotos de estradas do interior com problemas estão sendo postadas nas mídias sociais, agravadas pelas chuvas intensas, 150 mil pelo quanto o agronegócio de Fraiburgo produz de imposto considero muito pouco. 

 


PMDB

Os estrategistas do PMDB de Fraiburgo haviam articulado uma data mágica para sua convenção.  Eles escolheram o dia 25 de outubro com a função de não dar chance de dissidência a nenhum descontente.  A lei previa um ano de filiação para quem pretendesse ser candidato. Recentemente foi anunciada a mudança para seis meses antes do pleito de 2016.  Essa medida praticamente invalidou a antiga estratégia, agora qualquer um que se sentir lesado na convenção pode optar por mudar se sigla e se tornar candidato da mesma forma em outro partido.  Sabemos que ocorre uma disputa interna, será que haverá união?  Quantos pensam no grupo?  Quantos estão dispostos a apenas empurrar a carrocinha?  Depois do dia 25 este cenário ficará mais legível.

  

Economia

No dia 9 de outubro o vice-prefeito de Fraiburgo Juliano Cesar Costa (PP) protocolou um pedido sob o número 6509/2015.    No oficio Juliano após se qualificar como vice-prefeito e reconhecer a crise financeira do município e a diminuição das receitas que resultaram nas exonerações de servidores, diretores e secretários.   Afirmou categoricamente que: “em momentos de dificuldades é quando temos que ser solidários e encontrar soluções criativas”. Em seguida colocou seu nome a disposição da administração para ocupar um cargo de secretário municipal em qualquer secretaria onde o cargo esteja vago.  Argumentou que: “desta forma o senhor prefeito aumentaria a sua força de trabalho sem acarretar qualquer aumento de despesa, pois, já sou remunerado como vice-prefeito”.  Juliano aguarda a resposta do chefe do poder executivo que deve sair em breve.

    

Sistema “S”

Durante um encontro da Fecomércio ocorrido em Fraiburgo e através de noticiário ficamos sabendo da intenção do governo federal de se apropriar de verbas do sistema “S” para cobrir seu déficit fiscal.  Tal medida de cunho intervencionista terá efeito de interromper os programas executados pelo sistema “S” de todo pais.  A diminuição dos recursos repassados ao SENAI, SESI, SENAC, SESC, SENAR, SENAT, SEST, causará fechamento de inúmeras unidades de atendimento em operação em Santa Catarina.  Preocupados com o impacto que pode chegar a atingir 1,5 milhão de trabalhadores no estado, o vereador Josiel Nunes da Silva representando o Legislativo Fraiburguense foi visitar a escola do SENAI local e colher informações para casa produzir uma MOÇÃO de apoio contra os cortes de recurso e a favor da permanência da extensão que atende Fraiburgo.   Recuar, nem para pegar impulso, vamos manter o que foi conquistado. 

 

Nota merecida

Logo que passou as eleições para conselheiro tutelar e foram anunciados os eleitos, pouco se falou no assunto.  Mas um dos candidatos me surpreendeu com sua atitude, o qual merece este registro.  Claudinei de oliveira que recebeu 557 votos e ficou classificado em primeiro lugar, não se acomodou, formulou uma carta de agradecimento e foi distribuir para população.  Alguém que é capaz de agradecer o apoio e a confiança depositada, depois de ter sido muito bem sucedido no pleito, demonstra que está preparado para trabalhar no serviço público.  Parabéns Claudinei. 

  


15 anos

Hoje comemoramos um dia especial para todos que fazem parte deste time, é o aniversário do Jornal: O Catarinense, a razão pela qual nós todos nos encontramos semanalmente. Este dia representa mais um ano de muito trabalho, muita dedicação de todos e de muitas realizações. Como Jornalista, celebro e agradecer a oportunidade que este veículo me deu.  Este jornal é o cartão de visitas deste colunista na região, quanto mais bem sucedido for, maiores serão as conquistas dos colaboradores.   É uma empresa jovem, mas já tem muitas realizações e que venham mais e mais anos de vida e de sucesso para todos.  Parabenizo toda a equipe por mais um ano de conquistas e pelos 15 anos alcançados.

 

Um dia doce

Quero parabenizar a diretoria da Associação Espirita de Umbanda Pai Baiano de Fraiburgo, pela realização da Festa em honra a Cosme e Damião, ocorrido dia 27 de Setembro na sede da entidade.  Como já é tradição neste dia se reúne uma boa quantidade de crianças oriundas de bairro mais carentes e a entidade distribui balas e doces, bolos e refrigerantes para comemorar o dia desses santos.  Apesar de a chuva ter sido intensa neste dia, o comparecimento foi considerado muito bom.  Registrei a alegria nos olhos daquelas crianças quando recebiam seu pacote de guloseimas. 

 

Houve Avanços

O Presidente do SINTSER FBR - Sindicato dos trabalhadores no serviço público municipal de Fraiburgo e região, Sighard Seidel  ao analisar a aprovação do projeto de lei complementar nº 212/2015 que alterou o projeto de lei complementar municipal nº 109/2010 na 31ª sessão ordinária  ocorrida no dia 5 de outubro de 2015,  disse: ”Estou muito satisfeito que o texto aprovado apresentou  grande avanço para a classe dos servidores municipais,  agradeço a boa disposição da presidência da casa de leis e das comissões que permitiram a nossa exposição e concordaram na melhoria do texto original”.  Sighard  se colocou a disposição  da câmara para discutir sobre outros projetos que futuramente tratem de assuntos de interesse da classe dos servidores.

 

Efeito pé de moleque

Em Fraiburgo tivemos uma pressa tão grande em pavimentar as vias públicas com capas asfálticas que a pressa contaminou a sua durabilidade. Todo dia recebo denúncias de moradores que o asfalto na frente de sua casa deveria durar 20 anos não durou 5.  Tem gente que terminou de pagar agora e o asfalto já quebrou.  Como disse Millôr Fernandes: se a pressa é inimiga da perfeição, então quanto mais devagar se faz um trabalho mais perfeito ele é. Daí se concluiria que um semanário deve ser melhor do que um diário e um mensário deve ser melhor do que um semanário, sem falar de anuários. O que talvez explique a atração popular pelos slogans que apregoam: "O crime do ano", "O julgamento do século", "O maior filme de todos os tempos".
  

Paciência inteligente

Há uns 20 dias a presidente da APAE insinuou que minhas notas com referencia ao conflito da administração com os professores eram verdadeiras bobagens, literalmente ela disse: “você andou escrevendo um monte de bobagens”. As Professoras da APAE de Fraiburgo esperaram com muita paciência a conclusão do  inquérito policial ( IP-110/14), que as acusava de abandono de incapaz. A denúncia foi formulada na Delegacia de Policia pela Presidente e por uma servidora da APAE.  O Inquérito Policial concluiu que NÃO HOUVE CRIME. As Professoras são inocentes. Aguardem os desdobramentos.

 

Conselho Tutelar

Em Fraiburgo acontecerá dia 04 de outubro à eleição para conselheiros tutelares.  Qualquer cidadão que tenha domicilio eleitoral (Titulo eleitoral) pode ir votar.  Cada cidadão pode escolher 5 nomes e os cinco mais votados serão declarados conselheiros.  Disputam estas  vagas: Leticia Gomes Ribeiro, Juciane de Fatima Fernandes, Rosane Sales, Acir Ribeiro, Vera Lucia de Oliveira, Cleude Bianchi, Claudinei de Oliveira,  Luciane Beatriz dos Santos, Cenelandia Vanin Lopes, Vilma Salete Bridi Mafra, André Felipe Schueda.  Quero registrar que já presenciei grupos político partidários em reunião de partido fazendo campanha abertamente para um grupo deles.  Ilegal?  Talvez não, imoral  com toda certeza.

 

Qual o interesse?

Os meninos do Handebol de Fraiburgo indignados com o cancelamento de sua participação e das equipes de Voleibol, Futsal e Tênis de mesa na OLESC-2105 etapa regional de Presidente Getúlio foram à prefeitura tentar falar com o prefeito e saber dos motivos.  A delegação foi Recebida pelo secretário de desenvolvimento econômico Tadeu Borges.   A alegação foi falta de recursos financeiros (algo em torno de 20 mil reais), vale lembrar que entre 15 e 18 de julho de 2015 aconteceu aqui a etapa do TRASCATARINA e a mesma prefeitura liberou  R$ 37.032,00 o que na minha ótica privilegiou uma classe mais abastada de esportistas e agora faltou para incentivar o esporte de base.

 

Aberta a temporada

Com a entrada de outubro simbolicamente está aberta a temporada de especulações politicas para 2016.  Em Fraiburgo algumas agremiações politicas organizadas já anunciam seus pré-candidatos, no PSDB o nome de Edi Lemos é o mais comentado, no PMDB a maioria aposta que Nelmar ressurgirá do litoral, no PSD dizem que Ivo Biazzolo está assumindo o papel de protagonista a reeleição, no PP Juliano parece ser unanimidade, no PSC o nome de Josiel Nunes prevalece sobre os demais.  Mas, como vem uma janela de transferência que permitira que seis  meses antes  a mudança de partido sem perder o mandato,  haverá muitas surpresas ainda.


Sem Lotérica

Existe um bairro em Fraiburgo denominado São Miguel que é maior em população que 90 municípios catarinenses.  Toda essa população fica afastada do centro da cidade por mais de quatro quilômetros.  Faz dois meses que a agencia lotérica foi fechada.  Não existem explicações, apenas uma população de quase 15 mil habitantes  tendo que ir ao centro para realizar serviços básicos de pagamentos, recebimentos e apostas. A população esta se organizando e coletando assinaturas para tentar a reabertura da mesma.  Pedimos aos responsáveis que viabilizem esta agência ou forneçam uma explicação plausível.
  

Transparência

O Deputado estadual Gean Marques Loureiro é um político Catarinense, filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), eleito em 2014para 18ª legislatura (2015-2019). Gostaria de registrar um fato que me chamou a atenção: uma foto do deputado no semáforo distribuindo sua prestação de contas dos seus seis meses de mandato.  Durante as eleições eu acompanhei nas campanhas ele pedindo voto no semáforo e agora ele volta ao semáforo para entregar, como forma de agradecimento a sua prestação de conta. Peço ao seu assessor na região do meio oeste: o eleitor de Fraiburgo Nei da trinca vidros, que leve os nossos cumprimentos e o parabenize em nosso nome e em nome de nossos leitores pelo gesto de humildade e de respeito com que ele está tratando o eleitor.

 

Dependência

Os moradores de Fraiburgo depois de longos anos de independência social de Videira correm agora na contra mão da história.  Se você comprar um automóvel de agência a nota fiscal não será emitida em Fraiburgo, se precisar de passaporte ou de qualquer documento federal terá que ir a outro município.  Os correios já responde para Videira, chamada aos bombeiros também, as carteiras de identidade e de motorista precisam se reportar a Videira.  Nesta semana alguém precisou falar com um colégio estadual teve de usar um telefone com número estranho que foi atendido em Videira, foi pago segundo o queixoso uma ligação interurbana, o que mais falta? Seremos logo um bairro de Videira?  Cadê a nossa força política regional?

 

Pré-candidato

Quero registrar a decisão do empresário do ramo de tecidos e aviamentos Marcelo Oliveira que formalizou nesta semana a sua afiliação no PSC de Fraiburgo. Marcelo que foi membro do DESENFRAI participou de núcleos da ACIAF e 7º presidente do LIONS CLUB FRAIBURGO, decidiu engrossar as fileiras do Partido Social Cristão por ter identificado no partido uma ideologia semelhante a sua e um apreço muito grande a honestidade e a transparência de ação.  Vem com o propósito de colocar seu nome como: pré-candidato a majoritária e deve medir forças com Josiel Nunes da Silva o qual representa a atualidade o nome mais natural do partido.  

 

Homenagem

Durante a 28ª sessão ordinária ocorrida dia 14 de Setembro de 2015, aconteceu uma solenidade de homenagem ao ex-presidente Sr. José Buffon, ex-vereador do partido do PMDB  que esteve a frente da casa de leis no ano de 2010.  Durante a solenidade o mesmo fixou seu o quadro na Galeria dos Ex-Presidentes da Câmara municipal de Fraiburgo - SC. Politico que sempre teve uma boa consistência de votos e não descarta a possibilidade de colocar novamente o seu nome para apreciação dos eleitores.
  





Nossa rodovia

Tenho recebido muitas notas observando a má qualidade da nossa SC-355 que liga a cidade de Fraiburgo a Videira – SC. À distância em linha reta entre Videira é de 22.83 quilômetros, mas a distância de condução é 25 quilômetros.  Em média se leva 26 minutos para ir de Videira a Fraiburgo.  O Grande problema, é que o projeto mostrado em DVD criado pelos engenheiros do estado criaram nos habitantes enormes expectativas.  Já falam que a SC – 355: está quase concluída.  Mas na prática temos inúmeros erros de engenharia: lista de problemas na rodovia 355, Fraiburgo a Videira. 1)-Muitas deformações ou ondulações na pista. 2)-Falta em vários pontos importantes de drenagem e vala para escoamento de águas pluviais. 3)-faltando em pontos críticos, a defensa, ou guard-raill, principalmente em locais que tem arvores ao longo da pista. 4)-Vimos que em muitos lugares que deveriam ter superelevação da pista para escoamento de águas da chuva, esta inclinação não foi prevista. Trevos que ficaram mais perigosos do que o trecho da rodovia anterior, e do ponto de vista estético ela não se parece com o projeto apresentado em DVD.  41 milhões gastos nesta obra me parece muito caro para uma estrada que já tinha toda base consolidada, apenas foi reformada. 

 

A crise

Crise é só uma desculpa para as faltas de politicas públicas e fonte de argumento para políticos incompetentes.   A crise é quem gera as melhores oportunidades, tanto que os bancos se enchem de dinheiro durante a crise,  se a crise fosse verdadeira até ele perderiam.       Cadê os planos para substituir os empregos diretos perdidos.  Maçã?  Turismo? Empreendimentos imobiliários?  Cadê os números fantásticos que foram falados no programa de rádio, onde foi dito: saiu a Montana, mas nós registramos "n" empresas no meu governo.  Mentira que não só aumenta a crise, justamente aquela necessária para se erguer o moral dos investidores,  aumenta a  CRISE DE CREDIBILIDADE POLITICA.  Precisamos de politicas públicas voltadas ao crescimento econômico dos setores básicos, o trabalhador tem que voltar a acreditar que Fraiburgo é uma terra abençoada.

 

APAFEC

Acontece nos dias 23, 24 e 25 de Outubro de 2015, em Palmas no Tocantins o 3º Encontro Pan-americano de Jogos e Desportes Autóctones e Tradicionais, o evento é organizado pela Associação Pan-americana de Jogos e Esportes Autóctones e Tradicionais (APJDAT), conta com o apoio da Universidade Federal do Tocantins – UFT.    Já está confirmada a participação de pesquisadores sobre jogos e desportes autóctones e tradicionais das seguintes instituições: Universidade do Estado do Pará – UEPA, Universidade Federal de Roraima (UFRR), Universidade Federal de Grande Dourados (UFGD), Universidade Federal de Pernambuco e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Tocantins.  A Associação Paulo Freire de Educação e Cultura Popular (APAFEC) participará do 3º Encontro Pan-americano de Jogos e Desportes Autóctones e Tradicionais, Fraiburgo será representada pelo educador físico Emerson Souza que é um dos fundadores da instituição.


Critica Social

A crítica social analisa estruturas sociais (problemáticas, sob seu ponto de vista) e visa soluções práticas através de medidas específicas, reforma radical ou mesmo mudança revolucionária.  Em Fraiburgo, durante o desfile cívico de sete de setembro a critica social foi à tônica dos pelotões, entre os temas a política e o esporte.  O contraponto entre a política que temos e a política que queremos deixou claro que tanto a classe estudantil como a classe docente não estão satisfeitos com os resultados das politicas públicas.  Se um ano antes já há manifestações criticas imagine no ano que vem que o desfile é na véspera do pleito eleitoral. 

 


Ausências notáveis

Na semana passado o PMDB de Fraiburgo realizou uma reunião interna muito importante do ponto de vista organizacional.  O partido estava decidindo de que forma vai realizar a convenção e depois escolher sua dupla principal de candidatos.  Uma ausência foi sentida a de Nelmar Pinz (PMDB).  Em outro evento, o desfile cívico o ausente foi o vice-prefeito da cidade: Juliano Cesar Costa (PP).  O povo comentou muito a sua ausência, será que é um sinal de sua independência? Os mais otimistas que apostavam que na hora “H” ele subiria no palanque do PSD e reataria a amizade ficaram com a certeza de que PP e PSD realmente serão adversários. 

 

PSC em alta

Mostrando que é um excelente articulador político, o presidente do PSC o vereador Josiel Nunes da Silva vem surpreendendo e conquistando novos políticos para sua base.  O incansável vereador tem realizado inúmeras visitas e afiliado nomes de peso. Com esta abertura nesta semana recebeu a filiação do Repórter Pedro Cremil Lopes que militava no  DEM e no ano passado percorreu 800 quilômetros a pé  até São Paulo e ainda correu a São Silvestre.  Josiel deixa claro que o PSC de Fraiburgo está aberto a todos que por ventura quiserem participar.  Pedrinho como carinhosamente é chamado pelos amigos vai repetir a proeza neste ano em dezembro.

 

SINTSER  FBR

O Secretário de relações do trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego- MTE acatou o pedido do SINTSER FBR (Sindicato dos trabalhadores no serviço público municipal de Fraiburgo região) para a realização de alteração estatutária (Processo: 46220.001746/2012-99) ampliando a base territorial do SINTSER FBR para os municípios de: Abdon Batista, Arroio Trinta, Brunópolis, Calmon, Fraiburgo, Frei Rogério, Ibiam, Ibicaré, Iomerê, Lebon Regis, Macieira, Matos Costa, Monte Carlo, Pinheiro Preto, Rio das Antas, Salto Veloso, São José do Cerrito, Tangará, Treze Tílias e Vargem.  Sendo assim, salvo contestação em prazo, amplia de cinco para vinte municípios.  Considero uma grande vitória da equipe administrativa, partindo do conceito de no “sindicalismo juntos somos mais fortes” e isso prova a competência da atual gestão. 

 


A inversão de Valores

Quando se pensou em criar o serviço publico, a ideia era o estado trabalhar para o povo.  O servidor deveria ser o representante do estado, provendo serviços e atuando de forma coletiva, sanando problemas nas áreas de: educação, segurança, habitação, saúde, infraestrutura etc. Nos países mais avançados o servidor público e a classe politica é quem mais trabalha em horas e volume de trabalho.  Aqui no Brasil há uma inversão de valores, temos em algumas cidades o setor público como o maior empregador, que em tese deveria ele atender todas as necessidades da população.   Não é o que acontece na prática, há muitas reclamações em todos os setores, nossa carga tributária é abusiva, e o serviço recebido é impróprio, quando recebemos benfeitorias ela é cobrada de novo (Bi tributado) a exemplo do IPVA e do pedágio que são para os mesmos fins.  Hoje o povo trabalha para sustentar o estado e quando a coisa não vai bem recebe a culpa, e com o apelido de “CRISE”. 

  

Demissões nos setores públicos

Uma tragédia anunciada desde o começo do ano de 2015 davam sinais de que o poder executivo em Fraiburgo enfrentava problemas financeiros. Novamente a palavra CRISE, mas eu pergunto o que é CRISE?  Alguns especialistas dizem que é a falta de confiança no próprio governo, já que as politicas públicas econômicas nascem de decisões deste setor.  Assim não fomos surpreendidos pelo número de exonerações praticadas pelo Prefeito Ivo Biazzolo, mas sim pelos nomes dos exonerados.  Na lista há nomes que lideraram a linha de frente de sua campanha eleitoral em 2012.  A Grande pergunta é: porque pessoas que recebiam tão pouco e tinham cargos tão pequenos também foram demitidos em nome da economia?   Porque nomes ligados ao PMDB de Nelmar Pinz e que ficaram em seu governo não sofreram baixas?  Nas ruas há comentários de que estas pessoas voltarão em Janeiro, em um ano muito importante, onde haverá eleições.  Outros falam que novos nomes tomarão os lugares deste exonerados.  Se isso for verdade cadê a economia?




CPMF quer voltar

Diz o ditado popular, apesar de a ciência desmentir que dois raios não caem no mesmo lugar.   A prova disto que um procedimento que no passado foi danoso para a economia popular, agora parece ser a solução.  Falo da CPMF, uma máquina de produzir dinheiro, somente superada pela soma das arrecadações de todos os impostos.  Isto reforça minha tese que as correntes de ferro da escravidão foram substituídas pelas correntes invisíveis dos impostos. Na idade média se trabalhava a uma terça para rei, agora pagamos mais da metade que ganhamos e quando eles erram a culpa é nossa.  Viva a ditadura do mais forte.

 

Instabilidade das candidaturas

Faltando um pouco mais de ano para as eleições, o assunto candidatura e nomes de candidatos sempre vêm à tona. Em Fraiburgo não é diferente, já começaram as reuniões e as especulações, e cada agremiação tem os seus nomes favoritos: o PMDB já realizou reunião para organizar a convenção em outubro, o curioso que na reunião estavam quatros dos cinco nomes que desejam ocupar o cargo máximo,  a ausência  foi justamente de Nelmar Pinz.  O PP- Partido progressista cada vez mais converge para o nome de Juliano Costa, Ivo Biazzolo mantém sua ideia de reeleição, apesar de ter exonerado vários integrantes do PPS sua base forte de apoio. O PMDB tem cinco opções, o PSD duas opções, o PPS uma opção, o PP uma opção e segundo fontes ligadas a educação há um novo partido sendo articulado para lançar um novo nome a Prefeito que transitaria na faixa dos descontentes. 


 

A única Mulher

Não gosto de admitir que no mundo da politica predomine mais a vontade masculina.  Basta  ver quantas mulheres temos com mandato na casa de leis de Fraiburgo. Sendo assim a Homenagem realizada a ex-vereadora Mart Back na sessão de 24 de agosto de 2015 tem uma importância muito maior.  Além de premiar uma mulher, premia a única mulher que se tornou presidente do legislativo da cidade da maçã.  Neste universo onde mandam os homens, nesta homenagem, todos, se curvaram diante desta grandeza feminina. Parabéns a Marta e a todas as mulheres que fazem a nossa história no dia-a-dia.

  

Eleições a vista

Ferrenho defensor do regime monárquico e crítico fervoroso da Revolução Francesa, o filósofo francês Joseph-Marie Maistre (1753-1821) escreveu seu nome na história ao lançar a expressão “cada povo tem o governo que merece”. Datada de 1811, a frase registrada em carta, publicada 40 anos mais tarde, faz referência à ignorância popular, na visão do autor a responsável pela escolha dos maus representantes. Contrário à participação do povo nos processos políticos, Maistre acreditava que os desmandos de um governo cabiam como uma punição àqueles que tinham direito ao voto, mas não sabiam usá-lo. Passaram-se mais de duzentos anos e a expressão do francês permanece atemporal por estas bandas.
 

Promessas à vista

No Brasil de democracia imatura e educação capenga, o voto ainda é definido pelo poder econômico e promessas bajuladoras totalmente descabidas feitas por candidatos visivelmente desinformados nas questões econômicas e sociais dos locais que pretendem governar. Por aqui se define voto também pela simpatia, crença, a boa oratória e o assistencialismo. Raros os que votam pela análise do passado, das relações interpessoais e do plano de governo fundamentado. O País que causou admiração da mídia internacional pela criação da Lei da Ficha Limpa, não tem punição para o político que, acometido do esquecimento conveniente, deixa de cumprir promessas e compromissos firmados com o eleitor.

 

Sinais republicanos


Segundo algumas crenças religiosas o sinal de que o fim dos tempos já começou estão por toda parte, apesar de os incrédulos não admitirem. Uma série de acontecimentos ao redor do planeta não deixa dúvidas do que foi profetizado na Bíblia. São fatos em vários âmbitos. Ultimamente tenho observado que alguns que se destacam mais não são sinais do fim dos tempos, são na verdade sinais republicanos interessantes: Políticos e empresários importantes na cadeia, empresa devolvendo via justiça bilhões de reais, empresários e políticos que moram em condomínio de luxo tendo que devolver áreas invadidas por eles que são preservadas pela lei ambiental.  

 






Quem manda mais na cidade, o Prefeito, 
o Vereador ou o Juiz?

Resposta: Nenhum manda mais do que o outro.


Pela Constituição Federal, no artigo 2.º, diz que: “São Poderes da união, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário”. O LEGISLATIVO, que vota e fiscaliza a aplicação das leis, o EXECUTIVO, que executa as leis e o orçamento votados pelos Vereadores, e o JUDICIÁRIO, que serve para resolver qualquer litígio.   Existe ainda o Ministério Público que, através de suas Promotorias, se constituem os defensores da sociedade. Qualquer irregularidade pode ser denunciada ao Promotor de Justiça, que analisará o caso e, conforme for o seu entendimento poderá ajuizar a devida ação na defesa dos interesses coletivos que, posteriormente, será decidida pelo Poder Judiciário.



Suplência

A licença é uma forma de um legislador com mandato e assento numa casa de lei ir preparando o seu suplente para as responsabilidades de um mandato.   Em Fraiburgo já sabemos que em setembro o vereador Bazuca (PP) sai em licença e a suplente Elionete Francescato Konkol (PP) assumirá durante o período.  Fontes garantem que outros vereadores darão o mesmo tratamento aos suplentes que seguem na sequencia de sucessão.  Esta nova tendência já demonstra que a classe começou a respirar o ar da próxima campanha e pretendem fortalecer o grupo e indicando um caminho mais político.

 

Boatos Políticos

Uma velha suspeita antes ventilada no começo da administração Fraiburguense do PSD de que havia uma parceria velada com o PMDB, voltou à tona numa fala atribuída ao governador Raimundo Colombo, que teria dito que não admite de forma alguma a possibilidade do PSD não se reeleger em Fraiburgo. Até ai tudo bem, se não fosse uma fonte próxima do governador dizer que vão fazer de tudo para que o PMDB seja vice do PSD. Fiquei imaginando: o que farão com Nelmar Pinz e com Beto Ferreira? Por que assim como está possibilidade não é aceita com naturalidade pelo mais simples militante peemedebista, a proposta para segurar Nelmar e Beto tem que ser muito atrativa para que ambos adiem os seus projetos.  Por enquanto eu trato como boato! Porém em política tudo é possível.

 

Greve

Passei na frente da sede do INSS em Fraiburgo e li vários cartazes que informavam que  a classe trabalhadora está em greve por tempo indeterminado.  Até ai nada de novo, apenas registro que havia várias pessoas que buscavam serviços da entidade.  Sem entrar nos méritos da greve avalio como enorme o prejuízo das pessoas mais simples de nossa sociedade que dependem deste órgão funcionando.  Bom senso sempre! Espero que não demore a solução que propicie a reabertura do INSS.  Ruim com ele, pior sem ele.

 

Filiações

Temos pouco mais de 40 dias para que as filiações sejam feitas e dê direito do cidadão ser candidato. Em muitos partidos as especulações já começaram.  Em outros partidos existe uma crise interna que tem colocado candidatos dado como certo, falando em procurar outro partido.  Segundo uma fonte próxima do PP este é o caso do sindicalista Osenir Ribeiro que pela nota especulativa pode estar indo para outro partido, falam também que tem três partidos esperando a sua resposta.   Pelo sim e pelo não vamos aguardar mais alguns dias para confirmar a veracidade desta informação



 

Marca registrada

Como jornalista eu fui convidado para testemunhar vários cortes de árvores. Curiosamente os quatro últimos eventos que fotografei eram “derrubadas” efetuadas em terrenos públicos pela administração municipal. A primeira foi no bairro São Miguel e de grande monta, o segundo no lago das Araucárias, o terceiro na linha Bahia, e agora no Capão das Araucárias. Será que existe a autorização da FATMA é plano de corte? E existe algum projeto de utilização do material desbastado. Em um dos casos um agricultor vizinho pagou uma multa por cortar três pinheiros de sete centímetros de diâmetro e teve de assistir da janela de casa o corte promovido por máquinas do município.  Até parece marca registrada, devastar o verde é preciso.

 

A troca

Durante uma homenagem ao ex-presidente da casa legislativa de Fraiburgo Toni do Sine, um vereador amigo ao emitir um elogio ao ex-vereador, provocou risos intensos no plenário quando o chamou de Toni Correia e não do Sine.  A troca do nome apesar da metade estar correto gerou um desconforto ao homenageado. Para entender o contexto é necessário voltar no tempo e visualizar o personagem na administração de Edi Lemos quando Toni Correia era o xerife da administração.  Esta história vai para sessão de “perco o amigo, mas não perco a piada”.



Indignação

Na 24ª sessão ordinária ocorrida no dia 10 de agosto de 2015 foi aprovado por unanimidade o requerimento de Nº 29/2015, de autoria do Vereador GERSON DE MATIA, onde ele indignado requereu explicações quanto ao motivo pelo qual o representante do Poder Legislativo Municipal não foi convidado a compor a mesa de honra na abertura do XIV Enfrute, que ocorreu no dia 28 de julho de 2015, às 10 h no Parque de Maçã. Outros vereadores também falaram do que consideraram um descaso com o poder legislativo e querem explicações.

 

Na conta da EPAGRI

Na tentativa de explicar a falha de protocolo o qual não convidou o representante do Poder Legislativo para mesa de honra do ENFRUTE o vereador Rodrigo de Lara (PSD) afirmou em tribuna que a responsabilidade era da EPAGRI e não da administração municipal de Fraiburgo. Esta explicação não convenceu a maioria de seus pares, alguns contestaram com veemência. Apesar da tentativa de colocar na conta da EPAGRI o requerimento foi aprovado por unanimidade.  Protocolo é coisa séria.



Jogando os búzios

Caminhando pelo centro de Fraiburgo ouvindo uma conversa aqui e outra ali encontrei o ex-prefeito Edi e como está na moda perguntar sobre eleição, não pensei duas vezes: Edi você vai ser candidato a prefeito no ano que vem?   Ele me respondeu: se nem partido eu tenho o que dirá convite para ser candidato e me pediu que quando tocar nesse assunto o deixe de fora.  Na eleição passada eu joguei os búzios e ele respondeu a todas as minhas dúvidas e não errou.  Quero saber quantos candidatos a prefeito teremos, segundo os búzios, muito se falará em quatro, mas se firmaram apenas três. Perguntei os nomes por partido e a resposta foi: pelo PMDB Nelmar Pinz e Juca Cechi (Vice) com chapa pura, pelo PSD também sem mistura: Ivo Biazzolo e Rodrigo de Lara (Vice), pelo PP Juliano Cesar Costa acompanhado do emergente vereador Josiel Nunes da Silva do PSC (Vice).  É claro que previsão politica tem a mesma precisão da previsão do tempo, se mudar o vento a previsão não vale mais nada.

 

Desmentindo os boatos

Uma foto publicada em jornal do nosso vice-prefeito Juliano Cesar Costa (PP) abraçado com o presidente do Partido da República da cidade de Videira Doutor Mário Corrêa, suscitou inúmeros comentários nas redes sociais e nos cafezinhos.  Alguns analistas dizem ser emblemática, sabendo que Esperidião Amim é padrinho político de Juliano e amigo próximo de Mário Corrêa e fontes confirmam que houve uma articulação estadual nesse encontro. Especula-se que as forças politicas tem tentado trazer o presidente da ACIAF Jorge Pederiva e seu domicilio eleitoral para a sigla do PR de Fraiburgo.  Juliano supostamente de olho numa parceria forte com Mário e seus aliados fomentou esta aproximação.   Pederiva desmente qualquer possibilidade dizendo: “eu não serei candidato a nada”. 


Instaurado a CPI

Até agora os que sofreram com a última enchente em Fraiburgo não conseguiram se recuperar.  Tão pouco, eles conseguiram entender quais fatores combinados propiciaram aquele transbordo e a inundação em tão pouco tempo.  Com a aprovação da CPI em 90 dias todos poderão saber as respostas pertinentes, porém terão que buscar na antropologia, na psicologia e talvez recorrer à quiromancia ou a astrologia para saber por que não houve unanimidade dos legisladores na votação para instaurar uma CPI.  Assim como foi explicado por um vereador experiente na tribuna, a CPI não tem poder de imputar culpa é apenas uma ferramenta de apontar solução para que o evento não se repita no futuro.   


Campo da duvida

Um pesquisador de história popular regional me passou trechos de seu trabalho  sobre porque nossa região se chamava CAMPO DA DÚVIDA?  Segundo ele a disputa de Santa Catarina com o Paraná pelo campo da duvida seu deu pelo fato de que: O Paraná titulou estas terras ao Coronel Zacarias de Paula Xavier (Com o nome de Fazenda Butiá Verde) e Santa Catarina titulou a mesma terra a Roberto Rodrigues Pereira (Com o nome de Campos do Nascimento) com o agravante destas terras estarem ocupadas por detentores de direito agrário. Assim ao mesmo tempo são terras legalizadas pelos estados, mas habitadas por nativos.  O clima de rebeldia propiciou a Guerra do Contestado e ao terminar a guerra foi assinado um acordo de limites. Estas áreas foram remarcadas e vendidas em glebas menores por agentes de cartórios com aval de famílias poderosas que governavam o estado de Santa Catarina.  Esta duplicidade de documento propiciou bons negócios para alguns e a falência de gerações para muitos.


Campanha

Em conversa com o Maçom Emérito Doutor Flávio Martins: fiquei sabendo que a fraternidade de qual ele é membro está realizando uma campanha contra a corrupção no Brasil. A ideia é recolher assinaturas em número suficiente para propor ao congresso uma lei de iniciativa popular que crie mecanismos que impeçam a facilidade de se praticar corrupção, fato que vem sendo denunciado pela imprensa com frequência e tem colocado alguns líderes políticos no “olho do furacão”.   Parabéns a esta entidade, pois, "No Brasil, no que se referem à política, duas lamentáveis situações nunca entram em conflito, apesar de conflitantes: o barulho silencioso daqueles que estão sempre roubando e o silêncio barulhento dos que sempre são roubados".



Novo presidente

O Partido Progressista de Fraiburgo realizou dia 25 a sua convenção, empossou nova diretoria e elegeu um novo presidente.  O eleito foi Juliano Cesar Costa que também é o atual vice-prefeito pela sigla.  Em minha opinião Juliano deu um passo importante na sua caminhada rumo a sua pré-candidatura na eleição de 2016.  Mantem-se como principal líder dos progressistas e tem articulado de forma intensiva com outros partidos tentando criar novos aliados.  Com certeza aprendeu que deve fazer politica somando e não dividindo e pode simbolizar a terceira força em um quadro com três candidatos, um vindo do PMDB, o outro vindo do grupo que administra a cidade. Tudo vai depender de como seu discurso vai ser desvinculado da atual administração.

 


Imperfeição

Recebi um release sobre o Enfrute bem antes da sua abertura que me foi enviado por um colega Jornalista que trabalha no governo do estado.  Li e reli e não percebi que havia um engano sobre a localização geográfica de nossa cidade, publiquei sem correção. No evento recebi critica severa de um secretário municipal que sem me dizer bom dia já foi me atacando.  Fui até um computador e corrigi o engano em cinco segundos e fiquei com a mente aguçada para os erros alheios: “O responsável pelo protocolo do evento se enganou ao incluir na lista de vereadores presente um nome que não se elegeu. Pouco depois um deputado estadual ao elogiar a cantora Camila por ter cantado o hino de santa Catarina de forma espetacular quando a mesma cantou o hino Nacional Brasileiro”. Assim imperfeições existem, paciência com a falha do outro é sempre menor, mas não sou cego também sei enxergar erros quando quero.


Desconforto

Na abertura da semana pedagógica ocorrida dia 29 no plenário da câmara municipal de Fraiburgo, com o plenário repleto de professores o prefeito Ivo Biazzolo durante o seu discurso disse: “hoje vamos falar de educação e não de assunto desagradável como situação financeira dos professores”, foi nítido o desconforto causado, os professores sussurraram e a classe demonstrou descontentamento instantâneo, ele tentou retomar e remendar o discurso, mas a emenda saiu pior que o soneto. Em seguida ouviu a apresentação de dois alunos que cantaram uma musica; “Amigos para sempre” a qual arrancou risos da plateia e muitos no plenário se lembraram do slogan utilizado durante a campanha “amigos de verdade, esses ninguém separam”. Vale lembrar que o prefeito e o vice já desfizeram a coligação e serão adversários na próxima eleição.

 

Recesso

Mesmo estando em recesso a Câmara Municipal de Fraiburgo, através da sua presidência, convocou todos os vereadores para uma sessão extraordinária na quinta feira (23/07) e votou vários convênios de interesse do poder executivo.  Sabemos que o executivo Fraiburguense governa com a oposição da câmara legislativa, mas quando os projetos são se interesse social o senhor presidente Gerson de Matia (PMDB) sempre recebe e coloca em apreciação por mais polêmico que sejam os projetos, isto faz parte do equilíbrio de poder.


Avanços

O Sindicato dos trabalhadores no serviço público municipal de Fraiburgo -SINTSER FBR conseguiu em ação judicial sobre os vales alimentação uma decisão que amplia o direito ao vale a todos os servidores municipais de Fraiburgo. Este direito foi conquistado também para quem não estava listado na ação inicial.  Este fato demonstra que a nova diretoria tem sim interesse de defender os direitos de toda a classe e não somente se alguns como já aconteceu no passado. 

  

XIV ENFRUTE

Acontecerá em Fraiburgo no dia 28 de Junho às 10 horas, no Parque da Maçã a solenidade de abertura do XIV ENFRUTE – Encontro Nacional sobre fruticultura de clima temperado que está indo para a sua 14ª edição, é um dos eventos mais importantes da fruticultura brasileira. O seu principal objetivo é ser um fórum de apresentação e discussão de novas tecnologias de produção para a fruticultura de clima temperado. Ao longo das 13 edições já realizadas, foram apresentadas mais de 70 palestras internacionais e 330 nacionais em diferentes áreas que envolvem a Fruticultura de Clima Temperado, totalizando mais de 12.000 participantes entre técnicos e fruticultores.  Todos esperamos que este evento faça realmente parte de uma estratégia para o crescimento e desenvolvimento do setor e não apenas para responder as nossos sentimentos tradicionais ou beneficiar algumas empresas de turismo..

  

Fala Prefeito

Eu escutei na terça feira o programa fala Prefeito veiculado pela Rádio Fraiburgo, onde o prefeito Ivo Biazzolo foi se “queixar” para população que está pagando mais de 10 milhões de dívida dos governos passados.  Sublinhou bem que grande parte foi deixado pelo seu antecessor Nelmar Pinz (PMDB), apontou multas da SANEFRAI (do governo passado) na ordem de um milhão e meio.  Quero lembrar que esta mesma voz que agora se queixa, foi a que falou em entrevista na mesma rádio que recebia o município das mãos de Nelmar em perfeitas condições e com dinheiro em caixa.  Nem sequer uma auditoria foi realizada depois de sua posse porque ele ficou satisfeito de como recebia a casa.  Além de usar os termos sempre na primeira pessoa parece querer colocar na conta do antecessor as dificuldades encontradas.  Será que a campanha já começou?

  

Edital de Convocação

Assembleia Geral da Fundação, Aprovação do Estatuto, Escolha e posse da diretoria e conselho Fiscal.  A Comissão provisória da Associação Comunitária do Centro de Umbanda Pai Baiano de Fraiburgo convoca todos os Fraiburguenses e simpatizantes para a Assembleia Geral que será realizada na sede situada na Rua Guilherme Fantinel, nº 166 – Bairro São José, em Fraiburgo-SC às 16:00 horas do dia 09 de Agosto de 2015, para fundação da Associação com a seguinte ordem do dia:  1-Fundação da Associação Comunitária do Centro de Umbanda Pai Baiano de Fraiburgo, 2-Apreciação e aprovação do estatuto  3- Eleição e Posse dos membros da diretoria e conselho fiscal.    Fraiburgo, 8 de Julho de 2015

 

Trascatarina

Os debates sobre este evento propostos nas redes sociais virtuais são bem frutíferos e podem fazer o evento crescer.  Tem internautas que querem saber quais os benefícios econômicos que o evento traz para a cidade? Quais os investimentos públicos (se é que tem) e se sim. Quais os retornos para a economia da cidade de Fraiburgo? Por esta razão inclui em minha coluna parte de algumas opiniões de líderes de nossa cidade:

 

Sindicalista

Vejo que com toda essa chuva, as estradas do interior vão ter muito trabalho para se recuperar e provavelmente com um custo maior, na cidade as ruas asfaltadas que deveriam ter uma durabilidade bem maior, já estavam estourando e abrindo inúmeros buracos que também vão aumentar o custo cidade, sem falar das ruas dos bairros onde faltam estrutura, mas tudo bem o Transcatarina está ai, alegrai-vos.

  

Comerciante

O bom seria fazer o dever de casa primeiro, tapar buracos, pagar melhor o servidor, ver a questão de abastecimento de água e de coleta de esgoto, pra depois fazer obras pro Transcatarina, claro que restaurantes e hotéis são beneficiados, mas quanto é distribuído desse dinheiro em forma de benefício para população?

  

Comerciante II

O que escreverei é também a posição de muita gente que eu conheço, queremos aqui no bairro das Nações uma limpeza depois do transcatarina, pois no ano passado, ficou uma barreira só, e ninguém veio tirar a lama, ficamos dependente da chuva para efetuar a limpeza das ruas, somos a favor do evento desde que sejam tomadas certas medidas que não venham bagunçar nossa vida pacata, sou A FAVOR DE EVENTOS MAS SEM PREJUIZO PARA A POPULAÇÃO!

 

Educador

Pelo que tudo indica Fraiburgo será a cidade que no próximo ano fará a largada outra vez do Transcatarina. Por isso, é o momento do poder público, através da secretaria de desenvolvimento econômico e turismo, vir a público e explicitar se houve ou não investimentos públicos nas seis edições? Se houve, qual o valor aplicado?  Também se houve patrocínio privado qual o valor? Não somos contra só queremos mais transparência e publicidade desse evento.

 

Reflexão final

Além disso, as entidades de classe como Associação Empresarial de Fraiburgo (ACIAF) e a Câmara De Dirigentes Lojistas (CDL) deveriam promover estudos e torna-los público de quanto o Transcatarina trouxe de recursos nas seis edições para a economia Fraiburguense. Certamente se esse balanço for feito, e o custo benefício for favorável a Fraiburgo, toda a comunidade abraçará o Transcatarina no ano que vem com mais entusiasmo.  Precisamos saber se este evento atende ou não aos anseios dos comerciantes e da população.

 

Rodovia

Não é preciso ser um gênio da matemática para saber que está demorando a conclusão da revitalização da rodovia que liga Fraiburgo a Videira.  O Trabalho está “bom”, aliás muito melhor do que estava há um ano.  Porém a minha preocupação é a seguinte: estive dirigindo pela estrada que liga Fraiburgo a Monte Carlo ou a Curitibanos e constatei o péssimo estado de conservação.  Neste dia observei pelo menos dois carros entortarem as rodas nos buracos.  Com frequência escutamos de empresários que não trazem seus negócios para cá porque não há energia suficiente e nem estradas em condições.  Concluindo: teremos rodovia nova ligando Fraiburgo a Videira, mas continuaremos isolados daquela que deve escoar nossa produção e trazer o progresso. Fico pensando que algumas soluções incompletas se assemelham a aquelas obras do passado quando se faziam pontes que ligavam “lugar algum a coisa nenhuma”.




Estradas

Não é preciso ser um gênio da engenharia de pavimentação para perceber que temos muitos problemas em nossas estradas internas.  Apesar de ouvir regularmente elogios a administradores do passado e referencias as suas obras e citações de estradas em boas condições, basta percorrer os bairros de Fraiburgo para ver alguns trechos de asfaltos que deveriam em tese durar acima de 15 anos (Não li o memorial descritivo da obra e preciso fazer) todo esbugalhado, segundo moradores tem alguns que não completaram 8 anos e já estão danificados. As obras públicas devem ter durabilidade e não podem jamais se esfarelar em tão pouco tempo. Esta nota não é uma acusação, mas sim uma reflexão: quanto deve durar um asfalto? Um mandato de 4 nos? Dois mandatos? Uma década? Ou deve durar o que diz o projeto em seu memorial descritivo? Já pagamos pelas estradas quando pagamos nossos impostos (que não param de subir) e depois quando o setor público faz a melhoria pagamos de novo e muitas vezes ele dura menos que o prazo do carnê.




Aproximação

No dia 30 de Junho de 2015 o presidente do SITRUFRAI e vice-presidente do PP de Fraiburgo Osenir Ribeiro e o vice-prefeito de Fraiburgo Juliano Cesar Costa (PP) estiveram na capital catarinense.   Na ocasião participaram de almoço com a bancada do Partido Progressista e do Partido da social democracia brasileiro -PSDB. Foram realizadas várias tratativas, entre elas a aproximação dos dois partidos visando as eleições estaduais e municipais, possibilidades de liberação de recursos financeiros para o município, inclusive recursos para o hospital. Durante o encontro nossa comitiva foi informado que tramitava na casa um projeto de socorro aos hospitais, uma verba de custeio.  A dupla de políticos progressistas voltaram esperançosos para a cidade da maçã e pretendem dar andamento no município a aproximação iniciada nesta viagem, “quem sai na frente bebe água limpa”. 


Xadrez

Seis alunos de Fraiburgo estiveram em Concórdia entre os dias 26 a 28 de junho representando a ACXF-Associação Clube de Xadrez Fraiburgo, no 1º Torneio Aberto Internacional de Concórdia. Os atletas foram acompanhados por cinco pais com três carros, os quais arcaram com todas as despesas de inscrição, alojamento, alimentação e transporte. Houve a participação de 19 mestres e cinco bandeiras: Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Sérvia. Certamente foi uma oportunidade dos alunos adquirirem experiência, na ocasião Fraiburgo trouxe 6 medalhas.  Será que quem representa a nossa cidade tão bem não merece um patrocínio com dinheiro público?





Pedido de CPI

Na 20ª sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Fraiburgo, realizada na segunda-feira (29/06) o cidadão Marcelo de Oliveira representante dos moradores e comerciantes das ruas Arnoldo Frey e Rio Grande do Sul, fez uso da tribuna e discorreu sobre o alagamento ocorrido no último dia 14/06, nas ruas citadas. Além de explicitar os prejuízos de alguns dos moradores e comerciantes dessas ruas, Marcelo solicitou em nome dos atingidos pelos alagamentos que seja aberta uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquerido), para averiguar quem são os responsáveis por abrir as comportas do Lago das Araucárias e tomar providências para falhas humanas dessa natureza não se repitam.



Responsabilidade

O vereador Gabriel Fantin ( PMDB) na ultima sessão da câmara municipal de Fraiburgo citou de forma genérica o nome do representante da defesa civil, dando a entender nas suas palavras que "ele" seria o responsável por cuidar das comportas do lago, que transbordou e alagou o centro da cidade. Em conversa informal com o representante que se chama Hélio, ele me falou e não me pediu segredo: "que não era sua responsabilidade, mas sim do secretário de infraestrutura de Fraiburgo e que só após o incidente ele assumiu essa responsabilidade de cuidar da vazão".  Querem me culpar a todo custo,  mas eu sou inocente finalizou Hélio.

 

Lago das Araucárias

Segundo um representante da defesa civil o Lago das Araucárias apesar de ser considerado um cartão postal da cidade de Fraiburgo não é tão amistosos quanto parece.  Quando está com nível de água muito baixo produz um cheiro insuportável e logo os que vivem do turismo pegam o telefone e reclamam pedindo que se aumente a lamina de água.   Quando chove muito, pela ausência de uma lagoa de contenção  no pé dos morros próximos e pelo assoreamento  transborda com facilidade.  A manutenção de lâmpadas se torna quase inviável pois a alta umidade em volta do lago propicia a queima constante das mesmas.  O Lago é lindo mas demanda uma responsabilidade acima do normal.

 

Maioridade Penal

Muitas pessoas comemoraram a rejeição do projeto de redução da maioridade penal. Sei que este projeto deve voltar com emendas e ser novamente votado. Apesar que faltou pouquíssimos votos para sua aprovação e os votos a favor foram ampla maioria.  A reflexão é a seguinte, com 16 anos você  pode trabalhar,  pode namorar,  muitos já reproduzem,  podem VOTAR, podem dirigir,  mas não podem ser responsabilizados por seus atos?  A única justificativa que vejo, que isto serve para o governo economizar as 40 mil vagas em presídios que teria que criar por ano.  Tudo analisado pela lei do mercado.  

  

Não foi contra o povo

Como Jornalista e diretor de imprensa e comunicação da Câmara Municipal de Fraiburgo, passo a tecer algumas considerações que entendo ser fundamental para formar o seu conceito a respeito do resultado da votação de um projeto de interesse do executivo. Ontem passou pela apreciação dos legisladores o PROJETO DE LEI Nº 2420/2015, que “AUTORIZA O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL A ADERIR AO PROGRAMA BADESC CIDADES E TOMAR EMPRÉSTIMO JUNTO AO BADESC - AGÊNCIA DE FOMENTO DE SANTA CATARINA S/A E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS”. Em nenhuma linha do referido projeto havia menção da aplicação do valor pretendido, o que fez com que os legisladores optassem por não autorizar. Saliento que se trata de um empréstimo, em torno de dois milhões de reais, que devem ser pagos e com juros. Ao autorizar a câmara de certa forma avaliza e o povo passa ser o devedor, depois da obra pronta a conta virá para o munícipes. Os vereadores entenderam que em tempo de crise não se toma dinheiro emprestado. Observo também que se o Governador Colombo (PSD) tivesse cumprido com o Prefeito Ivo Biazzolo (PSD) na questão do hospital e muito dinheiro da reserva municipal não tivesse ido para salvar a saúde, agora Biazzolo teria em caixa dinheiro para fazer estas obras sem recorrer a este empréstimo. 


Sinal Ruim

Segundo o site valor econômico o lucro líquido de 2014 da TIM - Telecom Itália Mobile foi de R$ 1,54 bilhão e teve uma alta 2,7% com relação a 2013.  A companhia divulgou que a receita líquida no ano de 2013 foi a R$ 19, 49 bilhão.  Partindo destes números e fazendo uma comparação com a qualidade de serviços prestados em Fraiburgo, potencializado pelas inúmeras reclamações, concluímos que algo tem ser feito em curto prazo para atender a necessidade de mais qualidade no sinal local da TIM.   Parabenizo o vereador Gerson de Matia que submeteu a seus pares uma Moção de nº 17/2005 que foi aprovada onde pede que TIM melhore o seu sinal em Fraiburgo.


Educação

Aprovado na câmara municipal de Fraiburgo em 1ª VOTAÇÃO por 9 votos o PROJETO DE LEI Nº 2418/2015, que “ESTABELECE O PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO “,  em conversa com presidente do SINTSER (Sindicato dos servidores no serviço publico municipal) Sighardt Seidel, ele me disse: “que o PNE foi submetido a analise do especialista em educação da FETRAM (Federação dos trabalhadores municipais) o professor  Lizeu Mazzione que de 15 itens apreciados ele apontou a necessidade de se modificar  dez deles”.  A argumentação mais contundente se refere ao fato de que este plano é baseado em metas federais e Fraiburgo já cumpre acima das metas, então que sua aprovação será um retrocesso que pode custar dez anos de estagnação na educação. O Plano ainda vai para segunda votação na câmara.

 

Taquaruçu

O amigo e documentarista de história Fraiburguense Walter Neves me convidou dia 6 de Junho para assistir lá na comunidade do Taquaruçu em Fraiburgo ao documentário: TERRA CABOCLA com duração de 82 minutos com o tema sobre a resistência da cultura cabocla após 100 anos após a Guerra do Contestado, este projeto foi contemplado no edital da Fundação Catarinense de Cultura segue em itinerância por todo o Planalto Catarinense.  Roteiro, pesquisa e produção – Marcia Paraiso, direção – Marcia Paraiso e Ralf Tambke, direção de fotografia Ralf Tambke, câmera Clóvis Ghiorzi e Carlos Alvarez, som direto Juliana Baratieri e Gustavo Aguiar, montagem Glauco Broering, trilha original Luiz Gayotto, edição de som Breno Furtado, mixagem Alexandre Jardim.  Documentário muito bem feito, lindas imagens, foi bem prestigiado, mas havia pouca presença de moradores do Taquaruçu. 


UNIARP

Parabenizo a UNIARP Fraiburgo pela belíssima noite do 1º UNIESCOLAR que aconteceu quarta-feira 10 de Junho em parceria com a Câmara Municipal de Fraiburgo. O evento contou com o case empresarial sobre a Granja Liberata proferida pelo proprietário e presidente da ACIAF  Jorge Pederiva não seja um produto do meio e a belíssima palestra do Professor Clayton Zanella que afirmou podemos tirar as melhores oportunidades das piores situações. Os vereadores  Gerson de Matia, José Darcy Soares França, Valcir Rezzadori e Oracir Ferreira de Deus prestigiaram o evento.  


Mais Indústrias

Na 15ª Sessão Ordinária realizada dia  25 de MAIO de 2015, em única votação a casa de leis analisou o parecer da comissão de legislação Justiça e redação final direcionado ao projeto de lei nº 2415/2014, que autoriza o chefe do poder executivo de Fraiburgo a transferir imóveis públicos para fins habitacionais para o programa Minha Casa minha Vida, no parecer a comissão entendeu haver desvio de função, portanto fere o principio da legalidade e os vereadores por 5 votos contra quatro confirmaram o parecer e enviaram para arquivamento o projeto de lei.  Na pratica a maioria dos vereadores entenderam que hoje Fraiburgo precisa mais de indústrias e de empregos do que novos loteamentos sem contemplar o cidadão com um projeto completo.



Nelmar enquadrado

Dia 25 de Maio durante a 15ª sessão Ordinária o ex-prefeito Nelmar Pinz (PMDB) compareceu à casa de leis para fixar um quadro na Galeria de Ex-prefeitos. Acompanhado de admiradores e partidários e na presença do presidente do Legislativo Gerson de Matia  e demais vereadores, mostrava expressão de alegria, pendurou seu quadro ao lado do seu opositor mais valoroso Edi Luiz de Lemos. Usou a tribuna pela primeira vez na nova casa, aproveitou para agradecer e não escondeu o orgulho que sente da forma que administrou o município durante 8 anos.


Deonato Schueda

Na semana passada Fraiburgo perdeu para eternidade um homem que sempre esteve envolvido com trabalhos sociais.  O Senhor Schueda como era mais conhecido sempre pronto com uma boa palavra, com um sorriso no rosto, sempre disposto a colaborar.  Foi atleta, conselheiro tutelar, um homem do evangelho, um otimista.  Morador de longa data e muito estimado por seus pares, homens como ele marcam seu nome na história pela simples presença existencial.  Que Deus lhe conceda toda paz que ele merece.

 

Combustível Barato

Fiquei sabendo por alguns amigos que viajam muito que Fraiburgo tem o combustível mais caro do estado de Santa Catarina.  Na edição anterior vi publicado um edital informando sobre a expedição de licença ambiental para um posto de combustível no bairro Portal,  ao buscar alimentar minha curiosidade tomei conhecimento que é da bandeira DELTA. Segundo os entendidos esta rede tem combustível de excelente qualidade e tem por politica praticar os menores preços da praça.  Não temos falta de Posto, nem falta de combustível, acredito que precisamos nos equiparar com os preços de mercado e quem viaja diz que a diferença é substancial. 


Feiras de Roupas

Na ultima sessão da câmara municipal de Fraiburgo o vereador do PSC Josiel Silva foi muito feliz ao comentar sobre as polêmicas FEIRAS  DE ROUPAS de empresas de fora que aconteceram na sede da antiga Pomifrai em um período em que  o comércio da cidade passa pela sua pior crise.  Como todo bom legislador ele buscou o equilíbrio, não satanizou os organizadores, mas, defendeu o direito do povo que tem renda menor de procurar uma alternativa mais barata.  Explicou que esse tipo de comercio não garante o emprego do morador daqui e nem os investimentos futuros: pois, “Vem só levar o dinheiro embora e na maioria das vezes arruína um quadro comercial que já está ruim”.   No final ouviu uma explicação do líder do governo que a prefeitura tentou impedir, mas a justiça concedeu uma liminar que garantiu aos feirantes o funcionamento. 


SITRUFRAI

O sindicato dos trabalhadores rurais de Fraiburgo realizou no dia 15 de maio uma nova eleição para o próximo quadriênio e obtiveram 94 % de aprovação, a chapa 1 liderada pelo sindicalista Osenir Ribeiro  na presidência e por Oracir Ferreira de Deus na vice presidência ambos foram reconduzidos ao cargo com forte apoio das urnas.  O SITRUFRAI mantem uma forte representação legislativa, Oracir hoje é também o vice-presidente da câmara municipal e Osenir é ex-vereador ambos pelo partido progressista.  

 
    
SINTSER  FBR

Tenho acompanhado o esforço desta nova diretoria, eleita no final de 2014 e testemunhado grandes avanços no campo sindical.   Vale dizer que a frase quase desgastada: “santo do lugar não faz milagres” serve para justificar de maneira empírica o estranho tratamento que a administração municipal de Fraiburgo dispensa aos seus colaboradores sindicalizados.  Escrevo isso por ver como os prefeitos de outras cidades recebem os representantes do SINTSER com boa vontade e querendo fazer a coisa certa, enquanto em Fraiburgo nem sequer os recebe para conversar.  Como a sede deste sindicato é na cidade da maçã concluo que Santo do Lugar não deve mesmo fazer milagres.



Reeleição

Eu entendo que a possibilidade de um político se reeleger em cargos majoritários é um caminho para corrupção e só a pressão da sociedade pode tornar a ideia em uma lei de iniciativa popular, assim como aconteceu com a Lei da Ficha Limpa, em 2010.  Antes de tudo é uma posição de indignação. Penso que devemos limitar as reeleições dos políticos para que não fiquem se reelegendo eternamente, como é o caso do José Sarney. A reeleição cria a necessidade da corrupção porque reeleger-se custa muito caro. A iniciativa também é contra a perpetuação da corrupção por meio das famílias dos políticos. Afinal, ainda que um político não se reeleja, ele pode perpetuar os esquemas de corrupção por meio dos familiares.  E quem já viu um prefeito ser melhor no seu segundo mandato?  O que dirá quem já cumpriu dois mandatos e quer retornar para um terceiro mandato, a história nos mostra que isso nunca deu certo para a sociedade, o prejuízo sempre foi grande.
  

Incertezas

Acompanho as opiniões de outros blogueiros que na sua maioria pensam que a morte do senador Luiz Henrique da Silveira deixou algumas incertezas na esfera política catarinense. Embora Colombo tenha um carinho enorme pelo ex-governador, será muito mais cômodo ao Pessedista dizer não ao PMDB, que hoje detém algo em torno de 50% dos cargos do governo estadual. Os peemedebistas precisarão de um nome forte para conciliar vaidades e ambições de correligionários que veem seus projetos acima do partido. Algumas perguntas pairam nos quatro cantos de SC. A estrutura das SDRs continuará a mesma?  A aproximação com o PP poderá ocorrer efetivamente? Afinal ficou muito claro que quem vetou os progressistas da chapa majoritária na última eleição foi LHS.  Eduardo Pinho Moreira, Dário Berger e Mauro Mariani irão se entender ou deixarão o partido a mercê de suas vontades políticas? E em Fraiburgo o que muda com este novo rumo que o PMDB pode tomar?  


Populismo

Populismo é uma forma de governar em que o governante utiliza de vários recursos para obter apoio popular. O populista utiliza uma linguagem simples e popular, usa e abusa da propaganda pessoal, afirma não ser igual aos outros políticos, toma medidas autoritárias, não respeita os partidos políticos e instituições democráticas, diz que é capaz de resolver todos os problemas e possui um comportamento bem carismático. É muito comum encontrarmos governos populistas em países (Cidades) com grandes diferenças sociais e presença de pobreza e miséria. Tenho observado que em Fraiburgo as “forças políticas em geral” começam a desenhar alguns candidatos com estas caraterísticas, com utilização de programas na rádio que vendem o “paraíso na terra” e que resolvem os problemas mesmo antes deles acontecerem.  Seria uma volta ao passado?  Precisamos deste saudosismo ou precisamos do progresso?

 

Indignação

A Câmara Municipal de Fraiburgo é dividida da seguinte forma: quatro vereadores da situação (PPS  + PSD) e sete vereadores da oposição ( PP + PMDB+ PSC).  É natural reconhecer nas falas destes legisladores durante seus pronunciamentos a qual time ele pertence.   Na ultima sessão um pronunciamento do vereador Jose Darcy Soares França (PPS) causou muito espanto, fez comentários ácidos e críticas severas a forma como o executivo vem tratando os problemas da comunidade, em especial as ruas do bairro São Sebastião.   Até ai tudo bem, está fazendo o papel para qual foi eleito, fiscalizar.  Mas França até o ano passado era o “Homem Forte do governo” defendeu como pode esta administração e o prefeito que ele ajudou a eleger. Será que oposição vai ter mais um aliado?


Expoaciaf

Contagem regressiva para uma das maiores feiras multissetoriais de Fraiburgo: a Expo ACIAF, uma iniciativa inédita no estado, partindo de uma Associação Empresarial e tendo como um dos objetivos a divulgação das ações dos Núcleos Empresariais.  A ação terá hoje sexta-feira, dia 15, prosseguirá durante todo o sábado, dia 16 e será encerrado no domingo, dia 17. Durante os três dias diversas atrações serão disponibilizadas, quase que em toda a totalidade, de forma gratuita.  Para o presidente da ACIAF, Jorge Pederiva, a iniciativa é impar e merece a participação da comunidade “Será desenvolvido no Centro de Eventos o que aproximará ainda mais todas as pessoas que residem próximo, além de contar com diversos atrativos, a fim de que toda a região também prestigie a Expo ACIAF” afirmou.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário